Nove Discos Psicodélicos Que Você Não Ouviu Em 2014

Expanda seu conhecimento da Psicodelia contemporânea para além de nomes como Tame Impala, Pond e Temples

Nove Discos Psicodélicos Que Você Não Ouviu Em 2014
White Fence

Pink Floyd, The Doors, Jefferson Airplane, The Beatles e Os Mutantes são e sempre serão alguns dos grandes nomes precursores da Psicodelia que teve seu auge entre as décadas de 60 e 70. Obviamente, um estilo com nomes deste calibre, não ficaria perdido na história, tendo aparecido diversas vezes como influência em grandes nomes da música.

Mas se você acompanha a música feita hoje, sabe que o estilo voltou com força e com popularidade, principalmente representado pela cena australiana da cidade de Perth, com bandas como Pond e Tame Impala, mas também por nomes anteriores como Of Montreal, MGMT e Animal Collective. No Brasil, também estamos bem representados com nomes como Boogarins e Luziluzia.

Sim, você sentiu falta de muitos nomes que representaram bem o estilo durante a história e nosso objetivo aqui não era escrever este histórico. O que queremos aqui é aproveitar a onda desses novos nomes (não deixe de ouvir também a banda Temples e oferecer nove opções de discos recentes, lançados neste ano que devem preencher bem a biblioteca dos fãs do estilo. Não deixe também de ouvir nossas duas playlists sobre o estilo (Psicodelia, Monkey Trip).

White Fence - For The Recently Found Innocent

Com a ajuda do produtivo Ty Segall, este é mais um dos discos que segue a linha de nomes como Foxygen e Unknown Mortal Orchestra, colhendo referências sessentistas. Um dos nomes da lista com maior chance de agradar boa parte dos fãs de Psicodelia, já que se aventura pouco dentro do estilo, fazendo um som bem mais diretamente inspirado em suas referências.

r White Fence Like That

Gruff Rhys - American Interior

Integrante da banda Super Furry Animals volta com mais um disco solo que revisita de forma bem pessoal a Psicodelia da década de sessenta. Música boa, feita por quem entende do assunto e deve agradar fãs de David Bowie pela semelhança com a fase Ziggy Stardust do músico.

Mink Mussel Creek - Mink Mussel Manticore

Projeto base de bandas como Tame Impala e Pond, o Mink Mussel Creek regravou este disco de 2007, agora mais experiente, trazendo um som mais áspero e agressivo do que a Psicodelia Pop de suas bandas atuais. Deve agradar desde fãs de Led Zeppelin até quem curte um Rock mais garageiro.

Syd Arthur - Sound Mirror

Estes britânicos também costumam utilizar a Psicodelia em sua versão mais Rock, não tanto pro lado mais Pop como grandes nomes atuais. O disco por completo empolga pouco, mas não deixe de ouvir faixas como Autograph e Forevermore, principalmente se curtiu White Fence, nossa primeira dica da lista.

Chris Robinson Brotherhood - Phosphorecent Harvest

Citando trecho da resenha de Carlos Eduardo Lima aqui no Monkeybuzz: “Phosphorecent Harvest é Psicodelia sincera e - por incrível que pareça - atual, pronta para ser entendida e apreciada por uma juventude urbana demais, tecnológica demais, consumidora contumaz de fast food, que precisa ir mais devagar nessa vida. É um disco para ser ouvido como quem procura detalhes num grande quadro.”.

Antiprisma - Antiprisma

Caminhando para um outro lado, Antiprisma é uma dupla brasileira que aplica levemente as influências da Psicodelia ao Folk. Vale experimentar se curte ambas as influências e gosta de ouvir um som relaxante e hipnotizante como Fleet Foxes ou Real Estate por exemplo.

Ray Lamontagne - Supernova

Também no lado do Folk Psicodélico está o veterano Ray Lamontagne. Sincero e cativante, o álbum foi produzido por Dan Auerbach, da banda The Black Keys, e a influência do produtor pode ser percebida no trabalho. Não deixe de ouvir Lavender, faixa que abre o disco.

Güido - Coragem

Aqui volta o Pop junto à Psicodelia. Güido faz um som bem brasileiro e que lembra grandes nomes do Pop romântico brasileiro dos anos 80, mas sem deixar de ser atual e agradar fãs de nomes como SILVA.

Avey Tare’s Slasher Flick - Enter the Slash House

Avey Tare, integrante da banda Animal Collective, dispensa apresentações dentro do Hall da Fama de bandas contemporâneas influenciadas pela Psicodelia. Aqui, acompanhado de Angel Deradoorian, ex-Dirty Projectors, e Jeremy Hyman, ex-Ponytail, continuam as mesmas pirações de sua principal banda, conseguindo experimentar dentro da música Eletrônica e da Psicodelia sem deixar de ser Pop.

Artistas: Gruff Rhys, Güido, Chris Robinson Brotherhood, Antiprisma, Ray Lamontagne, Avey Tare's Slasher Flicks, Syd Arthur , Mink Mussel Creek, White Fence

Marcadores: Lista