Com show ao lado de O Nó marcado para sexta, 17, Raça fala ao Monkeybuzz

"Vai ser bem completo" diz Popoto, vocalista, sobre o concerto

Com show ao lado de O Nó marcado para sexta, 17, Raça fala ao Monkeybuzz
Anna Mascarenhas

Se você ainda não ficou sabendo, Raça e O Nó realizarão nesta sexta, 17, o primeiro show promovido pelo Monkeybuzz na casa Breve, em São Paulo. Às vésperas da data, Popoto, vocalista da banda Raça, bateu um papo com o site para contar um pouco sobre a noite.

"O Nó é uma banda que eu admiro bastante, os meninos são muito bons mesmo", contou ele, "achei super interessante desde a primeira vez que ouvi. É um lance bem psicodélico, mas com o pé no chão. O Rodolfo, baixista, já ia nos shows do Raça há um tempo e, quando ouvi a banda dele, fiquei surpreso - o que não é sempre que acontece - com a qualidade e a autenticidade sonora desde tão cedo, desde seu primeiro trabalho".

O tal primeiro registro que Popoto citou é EP1, lançado em 2015 e responsável por colocar a banda entre as grandes promessas da música nova de São Paulo. Foi no ano seguinte que Raça lançou o seu Saboroso, que deve formar parte do repertório de sua apresentação na noite do dia 17.

"Eu acho que o show vai ser bem completo", diz Popoto, "a gente pretende tocar músicas de todas as épocas, até do Deu Branco, nosso disco mais tosco e mais mal gravado (risos), mas com uma roupagem 2017". "Vai ser um show bem insano, até porque é a primeira vez que a gente toca no Breve, e sempre teve essa vontade", completa.

Ainda sobre seu trabalho no palco, ele comenta que Raça antes "sentia muito o que a casa oferecia e o público precisava, aí adaptava nossa música. Por exemplo, se a casa é pequena e tem pouca gente, vamos fazer um show mais sussa. Ou se a casa é grande e tem um público fervendo, vamos pegar umas mais agitadas. A gente ia bolando o set na hora. Hoje em dia, a gente prepara o sete, conforme a emoção leva, a gente adapta na hora. A gente gosta de sentir o público e a casa".

Com uma nova formação ("que nem todo mundo viu ainda", segundo Popoto), Raça promete abrir as noites Monkeybuzz no Breve com um som de alta qualidade, fazendo o evento com O Nó um marco não só na história das duas bandas ou do site, mas um show memorável para todos que passarem pelo Breve.

Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente pela plataforma Sympla em preço promocional de 15 reais. Na porta, a entrada custará 25.

Artistas: O Nó, Raça

Marcadores: Monkeybuzz no Breve, Entrevista