Kongos: "o Lollapalooza Brasil está em nosso top 5 de melhores shows"

Quarteto de irmãos volta ao país para show nesta quarta, 19

Kongos: "o Lollapalooza Brasil está em nosso top 5 de melhores shows"

"Sempre que publicamos algo nas redes sociais, um dos comentários é 'please, come to Brazil' (risos), estamos felizes por voltar e fazer um show só nosso" - Não é toda banda que consegue voltar para um show no Brasil depois de apenas dois anos, mas a popularidade da apresentação que Kongos fez no Lollapalooza em 2015 e o sucesso que os hits Come With Me Now e I Want to Know tem ainda hoje por aqui trazem o quarteto de irmãos mais uma vez.

Poucas horas após o desembarque em São Paulo, a banda sentou com o Monkeybuzz no saguão do hotel para conversar sobre o show desta quarta, 19, no Cine Joia. "Nunca vimos uma cidade assim em nenhum outro lugar no mundo, em termos de intensidade", comentam sobre a capital paulista, "foi intimidador da primeira vez. Voltar aqui, agora é mais tranquilo. E também está menos quente (risos)".

"É muito bom poder voltar ao país", revelam os irmãos, "o Lollapalooza está em nosso top 5 de melhores shows, então é legal voltar para uma apresentação só nossa". Quando perguntados sobre o motivo das lembranças tão boas, eles contam que "a energia vinda da plateia era palpável. Tivemos sorte, porque Marina and the Diamonds perdeu o voo e nosso show foi para as 8 da noite. Skrillex estava tocando ao mesmo tempo em outro palco, não sabíamos se alguém viria nos ver e tinha 15 ou 20 mil pessoas naquele palco. Foi muito além da nossa expectativa".

Na estrada desde 2007, os irmãos têm muita experiência em tocar para públicos e lugares de dimensões diferentes, das casas de shows aos grandes eventos - com, inclusive, uma turnê abrindo para Kings of Leon no currículo. "Foi nossa melhor turnê como banda de abertura", nos contaram, "aquele show era inspirador. Toda sua produção, eles pensam em tudo… é a forma que sempre quisemos trabalhar. Eu só conhecia seus dois hits e, com a turnê, descobri que as outras músicas também são ótimas".

Sobre as turnês e as grandes apresentações, Kongos revela que elas acabam influenciando seu processo de composição: "Você aprende como as pessoas reagem a uma música ao vivo. Levamos em conta também como são as luzes, os vídeos e a produção de um show quando vamos gravar uma música" - algo que foi fundamental para a maneira que Egomaniac foi produzido.

"Quando fizemos Lunatic, não tínhamos ideia do que funcionava no rádio. Tínhamos algum senso do valor comercial das coisas, mas não tinha essa intenção de “vamos fazer algo que vai bombar”. Daí, quase que magicamente, Come With Me Now virou um hit no rádio três anos depois. Com Egomaniac, nós já entendíamos como essas coisas funcionavam e isso ficou em nossas cabeças enquanto gravávamos. No futuro, não queremos que esses pensamentos fiquem no estúdio, porque as melhores músicas acontecem quando você não está ligado em um formato".

Artista: Kongos

Marcadores: Entrevista