Acorde: James Blake, Gal Costa e Hak Baker

Equipe Monkeybuzz lista três músicas que podem mudar sua vida

Acorde: James Blake, Gal Costa e Hak Baker

Músicas que despertam qualquer ouvido para beleza, novos sons ou novas ideias, sem datas de validade. Assim é a coluna Acorde.

A cada edição, a equipe Monkeybuzz dá três dicas de faixas capazes de mudar vidas. Duvida?

James Blake - If The Car Beside You Moves Ahead

Voltando às origens musicais que o consolidaram como potencial musical, James Blake parece renascer em If the Car Beside You Moves Ahead. Com vozes sampleadas além da compreensão e batidas delineadas pelo minimalismo, a faixa se revela uma viagem vertiginosa e perigosa - seu clipe, um exercício de luz e velocidade dá a complexidade e o mistério que acompanharam grande parte da sua carreira. Se estão liberadas as listas de melhores músicas de 2018, podemos já colocar essa entre as postulantes ao estrelato.

(por Gabriel Rolim)

Gal Costa - Cinema Olympia

Toda vez que vou ouvir Gal Costa, seu disco de 1969, e ele começa logo com essa composição de Caetano Veloso, me lembro que estou diante de algo muito grande. Escutá-la hoje tem muito a ver com reconhecer a herança de uma das vozes mais influentes da música brasileira, mas arrisco dizer que mostrá-la para alguém que não conhece o nome Gal, mas que está inteirado nesse tipo de som - seja ele feito hoje ou naquela década -, causará a mesma impressão.

(por André Felipe de Medeiros)

Hak Baker - 7AM

Como uma reflexão livre de orgulho ou arrependimento, a faixa é quase uma crônica sobre um momento pós-rave, com imagens narradas como flashes de lembranças fragmentadas. O músico londrino combina uma composição que se aproxima do Spoken Word com um dedilhado melancólico e notas esparsas na guitarra, dando origem a algo com uma alma muito singular e que se difere, inclusive, de outras de suas músicas.

(por Leandro Reis)

Artistas: Hak Baker, Gal Costa

Marcadores: Acorde