Herbie Hancock convida nova geração da música para novo disco

Kendrick Lamar, Thundercat, Flying Lotus e Kamasi Washington estarão no sucessor de "The Imagine Project"

Herbie Hancock convida nova geração da música para novo disco

Ainda em 2016, a lenda viva do Jazz Fusion Herbie Hancock previu que seu próximo disco poderia sair ao final daquele ano. Até então, infelizmente, não foi lançado um single sequer do tão aguardado registro, mas alguns detalhes da obra surgiram nesta semana pela boca do próprio artista.

Em uma recente entrevista ao jornal The San Diego Tribune, Hancock deu mais algumas pistas do progresso feito até então com o sucessor de The Imagine Project (2010). De acordo com o músico, podemos esperar a presença de Kendrick Lamar, Thundercat, Flying Lotus e Kamasi Washington em seu próximo registro.

Os quatro músicos parecem escolhas acertadas, pois são jazzistas, caso de Kamasi Washington, ou já trabalharam com o estilo em suas obras, caso dos outros três. A fusão de estilos, tão comum na música de Herbie, deve acontecer mais uma vez em sua próxima obra, que deve trazer boas do doses de Rap, com Lamar - uma fusão que se provou bastante certeira no disco To Pimp A Butterfly, lançado pelo rapper em 2015.

Além destes notáveis nomes, Herbie ainda pretende trazer participações de Snoop Dogg, do guitarrista africano Lionel Loueke e do maestro Zakir Hussein, além do saxofonista Wayne Shorter, que trabalhou com Hancock nos anos 60 como parte do trio de apoio de ninguém menos que Miles Davis.

Para comandar esse panteão de artistas, ele convidou o produtor Terrace Martin, que não só trabalhou com Kendrick em TPAB e untitled. unmastered., como também lançou no ano passado um disco colaborativo com o projeto The Pollyseeds - unindo nomes como Robert Glasper, Kamasi Washington e Rose Gold.

"Estou aprendendo muito como esse pessoal mais novo que estou trabalhando", disse o músico na entrevista. "Porque eles constroem as novas estruturas, as redes sociais e toda a arena; isso afeta como as coisas vão chegar ao público e em como eles vão saber que você está trabalhando em algo novo. Então, eu ainda estou aprendendo, o que sou muito feliz por fazer", completa o músico de 77 anos.

"Eu quero fazer discos que apontem para conceitos que trarão pessoas para colabarar e que possam trabalhar juntos encorajando as pessoas a serem cidadãs do mundo e não só cidadãos americanos, italianos ou japoneses", comenta o artista sobre a grande diversidade de músicos que trouxe para seu novo registro.

Herbie ainda comenta em um discurso engajado que os cidadãos do mundo porão um fim às batalhas entre nações. Ele diz que a música pode ser uma forma de diálogo entre diferentes cores, raças e etnias, uma maneira de conversar e ter respeito mútuo.

Ainda em 2015, depois de colaborar com FlyLo em You're Dead! e Thundercat em The Beyond/Where Giants Roam, Herbie disse: "Existe uma cena acontecendo, um movimento underground que tem conexão com o Jazz ou uma nova forma de Jazz (...) É bem difícil definir o que está envolvido com tantos elementos de Hip-Hop e Rap, Música Eletrônica, elementos do Jazz e da Música Clássica. É bem vasto, bem aberto. Então, eu fiquei bastante intrigado. Sinto que tenho algo a trazer a isso e adicionar um molho em várias dessas novas vozes, então vamos ver o que acontece".

Enquanto esperamos para ver o que acontece, só nos resta resgatar essas parcerias de Hancock com o ótimo coletivo que ele pretende trazer para seu novo disco.

Artistas: Terrence Martin, Kamasi Washington, Herbie Hancock, Thundercat, Kendrick Lamar, Flying Lotus

Marcadores: Novo álbum