Arctic Monkeys: O Que Sabemos sobre "Tranquility Base Hotel & Casino"

Informações espalhadas pela Web ajudam a montar quebra cabeças sobre o disco

Arctic Monkeys: O Que Sabemos sobre "Tranquility Base Hotel & Casino"

Costuma valer a pena, mas não é mesmo fácil ser fã de Arctic Monkeys. Isso porque, além da espera de cinco anos desde o lançamento de AM, o anúncio de Tranquility Base Hotel & Casino trouxe consigo a informação de que nenhum single seria lançado até a sexta, 11 de maio, quando o disco chega às plataformas de streaming e lojas do mundo inteiro. Haja ansiedade.

A expectativa para a data é alimentada aqui e ali com algumas informações espalhadas pela Web, seja em uma ou outra entrevista ou mesmo crítica já publicada sobre o disco. Enquanto esse dia não chega, ficam aqui alguns dos detalhes mais relevantes, ou mais curiosos, sobre a obra.

Ele foi concebido inicialmente como um trabalho solo

Alex Turner compôs essas músicas no piano e, à medida com que Jamie Cook colaborava com as guitarras, foi ficando claro que fazia mais sentido trazer toda a banda e assinar o disco como Arctic Monkeys. Em entrevistas recentes, o vocalista revelou que, apesar desse início do processo, ele nunca se interessou em lançar algo solo.

Sua musicalidade é diferente da que estamos acostumados

Se Suck It and See e AM traziam novidades em relação aos primeiros trabalhos do grupo, Tranquility Base apresenta ainda um outro clima, com o vocalista em seu momento crooner, as guitarras em menor presença e a bateria mais suave, como o trailer do disco revela. Jazz e Lounge são duas palavras sendo usadas para descrever a nova sonoridade.

Lô Borges e Enio Morricone estão entre suas referências

Em lista compartilhada pela revista Mojo, Alex Turner mencionou diversas composições que inspiraram o processo criativo por trás do álbum. Entre elas, estava Aos Barões, de Lô Borges em seu álbum autointitulado de 1972. O compositor italiano, referência máxima nos filmes de Velho Oeste, também aparece, ao lado de nomes como The Rolling Stones, Nina Simone e Marvin Gaye.

Ele mostra que o grupo já não é mais o mesmo

“Até então, tudo era uma eterna excursão da escola”, disse Turner à revista alemã Intro ao se referir aos anos até o fim da turnê de AM. Com casamentos, filhos e outras obrigações da vida adulta, tanto os pontos de vista quanto os temas trabalhados nas músicas são outros.

The Strokes é citado em uma das músicas

A banda que dividiu com Arctic Monkeys o Olimpo do Indie Rock dos anos 2000 é mencionada na música de abertura, “Star Treatment”. O verso diz: “I just wanted to be one of The Strokes, now look at the mess you made me make”.

Mais novidades devem surgir a partir de hoje

A turnê de Tranquility Base Hotel & Casino começa nesta quarta, 2 de maio, em San Diego, na Califórnia. Com isso, gravações amadoras de novas músicas ou mesmo informações compartilhadas pelos músicos no palco e em entrevistas devem saciar um pouco mais da curiosidade dos fãs antes do dia 11.

Arctic Monkeys

Artista: Arctic Monkeys

Marcadores: Novo álbum