Mogwai, sobre "Every Country's Sun": "É um disco feito para o palco"

Banda escocesa promoveu mais um show catártico em São Paulo

Mogwai, sobre "Every Country's Sun": "É um disco feito para o palco"

(colaborou Lucas Repullo)

O recente Every Country's Sun (2017) trouxe a banda escocesa Mogwai de volta a São Paulo para mais um show catártico, como de costume, no qual seu som baseado no Post-Rock encontrou uma plateia engajada nos momentos vocais e deslumbrada pelo fator etéreo e grandioso que ronda sua música.

A fluidez com que os músicos dialogam sonoramente no palco não é de se estranhar. Primeiro porque o álbum é seu nono lançamento em uma discografia de respeito, a ponto de tornar o grupo como grande referência no estilo. Também porque Every Country's Sun "é um disco feito para o palco", nas palavras de Stuart Braithwaite, que se encontrou com a reportagem Monkeybuzz depois da passagem de som no Tropical Butantã.

"Gravamos muito dele ao vivo no estúdio, então, por causa disso, acho que ele tem uma pegada que combina com os shows", explica o multi-instrumentista, "as músicas são divertidas de tocar, acabou virando um dos nossos discos preferidos para apresentar ao vivo".

Sendo a força que propulsiona esta turnê, o álbum dominou quase metade das faixas apresentadas naquela noite (foram seis, dentro de um repertório de catorze músicas). Mesmo ao lado de outros grandes destaques da carreira da banda, a faixa-título se destacou como uma das emocionantes do show.

"As pessoas aqui no Brasil são muito apaixonadas por música, passar por aqui é sempre um destaque na turnê", conta Braithwaite. Isso pode ser visto em alguns sorrisos que os integrantes exibiam aqui e ali, mesmo com uma postura sisuda no palco, vinda da concentração com que eles executam suas músicas. Ouvir a plateia cantando alto, ou mesmo algumas declarações de amor, moviam afetuosamente uma banda que, como de costume, preferiu usar poucas palavras no palco.

"Costumamos voltar para o estúdio quando as pessoas se cansam dos nossos shows", brincou ele nos bastidores, "não que elas se cansem, mas, quando vemos que já tocamos em todos os lugares aonde queríamos ir, essa é a hora de preparar um novo disco. Nós já estamos planejando o próximo, é bom poder fazer música sem parar. Até porque é um tédio ficar sem fazer nada (risos)".

Seu próximo lançamento, entretanto, não será um álbum inédito, mas uma reedição de um velho conhecido dos fãs. "Estamos trabalhando em uma nova edição do nosso Rock Action (2001), porque nós gravamos muito mais do que acabou entrando para o disco", conta ele, "também temos material ao vivo e um documentário. É bom fazer isso antes que as pessoas parem de comprar discos (risos)".

E qualquer motivo que faça Mogwai retornar ao Brasil - um relançamento ou álbum novo - será bem-vindo, seja para uma apresentação em um auditório, em uma casa de shows ou mesmo em um festival ao ar livre. Desde que possamos mais uma vez admirar seu perfeccionismo, sentir a vibração intensa dos graves que saem das caixas de som e realizar aquela nossa catarse que só o Post-Rock consegue prover, estaremos satisfeitos.

Artista: Mogwai

Marcadores: Entrevista