Innovative Leisure e sua Identidade Retrô

Gravadora californiana é a prova de que o velho ainda pode parecer novo

Innovative Leisure e sua Identidade Retrô

Se hoje em dia existem muitos selos especializados em determinados estilos ou cenas, e que, sobretudo, tem nas grandes novidades seu principal foco, existem também os que não tem medo em olhar para trás e buscar nos grandes clássicos suas inspirações. Essas iniciativas buscam uma pausa no imediatismo e na incessante procura pela inovação que domina parte dos artistas. A gravadora californiana Innovative Leisure é uma delas e aposta no antigo para criar novidades. Tanto que, em seu catálogo, você verá inúmeros artistas que tem uma cara de "antiguidade", mas que, ao mesmo tempo, soam contemporâneos.

Criado há quase dois anos, o selo ainda tem um número de artistas pequeno, mas que representa muito bem sua proposta “retrô” e, ao contrário do que é uma tendência hoje em dia, o foco da gravadora não é se especializar em um só gênero musical. Soul, Rock, R&B, Surf Rock e outros tantos movimentos que foram importantes em suas respectivas épocas ganham um novo olhar e, sob um ângulo diferente, são expostos a um público que não pôde vivenciar a gênese destes movimentos.

Seu catálogo, através de um olhar especifico, pode até mesmo contar mais sobre a história recente da música, sempre através dos revivals promovidos pelos seus artistas.

Anos 50

Nick Waterhouse é representante de uma época que marcou o surgimento do Rock e os anos dourados do R&B e Soul - e são esses os gêneros que ele traz para sua música fazendo uma ótima mistura. Ainda dá para perceber traços do Jazz e Rockabilly, que também trazem muito do que nos recordamos como símbolos daquela época.

Anos 60

Nesta década, o Rock & Roll já tinha se estabelecido no mainstream e, a partir dele, surgiram diversos outros movimentos como Jungle Pop, Surf Rock e outros estilos que tinham como sua base guitarras suingadas e uma vibe praiana tipicamente californiana. O quarteto de Los Angeles Allah-Las representa muito em este espírito com seu som carregado de baladinhas conduzidas por guitarrinhas realmente contagiantes.

Anos 70

Tirando suas principais influências do Blues e do Rock Psicodélico, o quinteto Feeding People tem uma sonoridade agressiva, porém muito melódica, assim como bandas de Heavy Metal e Hard Rock que surgiram de todos os cantos durante aquela década. O grupo ganha destaque também pelo vocal feminino muito potente que carrega também um pouco do Punk Rock, mais um gênero nascido durante aquela época.

Anos 80

Funk, Soul e R&B se juntam a uma roupagem eletrônica e uma ótima produção nas canções do grupo Rhye. Ritmo desacelerado e ótimas melodias tiradas daquela década conduzem as faixas do grupo que há pouco tempo vem conquistando muita gente com sonoridade que é, ao mesmo tempo, tão vintage e tão contemporânea.

Nosso breve passeio pela história musical acaba aqui, mas não o catálogo do selo, que tem mais a nos oferecer e mostrar que velho ainda pode ser novo.

Artistas: Feeding People, Allah-Las, Nick Waterhouse, Rhye

Marcadores: Selo