50 Melhores Faixas de 2015

Saiba quais foram as músicas favoritas da redação do Monkeybuzz neste ano

Por Lucas Repullo, 22/12/2015, às 13:37

Quarto ano das listas de melhores do ano do Monkeybuzz. Você pode encontrar todas elas em nosso arquivo.

Nesta, as 50 melhores faixa do ano, votadas por nossa equipe. Ao final, ajudamos você a curtir todas elas com playlists no Spotify e no Deezer. Em seguida, também divulgamos as dez primeiras colocações dos votos individuais de nossos redatores.

50. Rodrigo Ogi - Virou Canção (feat. Thiago França)

Porta de entrada ao ótimo ​RÁ!​, a grande balada do rapper é a mais deliciosa faixa de Hip Hop brasileiro no ano e ultrapassa nichos musicais.

Texto por Gabriel Rolim

49. Alessia Cara - Here

Uma levada impressionante e uma voz potente que elevaram o nome de Alessia Cara de desconhecida à promessa em pouco mais de 3 minutos.

Texto por Lucas Repullo

48. Lucas Arruda - Solar

Faixa-título do segundo e sensacional álbum de Lucas Arruda, trazendo o Rio oitentista para 2015, atualizando, cuidando, apresentando. Funk carioca é isso aqui.

Texto por Carlos Eduardo Lima

47. Rihanna - Bitch Better Have My Money

Poucas músicas podem ganhar o status de hino e o Hip Hop minimalista da diva se tornou um. Foi cantado e eternizado no Pop deste ano.

Texto por Gabriel Rolim

46. Alex G - Bug

Hit certeiro, a faixa é o primeiro convite ao som melancólico do jovem compositor. Calma e serena, pode ser a companhia ideal ao bucolismo.

Texto por Gabriel Rolim

45. John Grant - Global Warming

Épico confuso e dual como o próprio John Grant, fala de apocalipse, mas aqueles que acontecem em pequena escala, nas nossas próprias vidas.

Texto por Carlos Eduardo Lima

44. Bernardo Bauer - All The Weight Suddenly Has Been Dropped

A música é profunda em um sentido quase físico, já que Bernardo cria camadas e camadas de sons para trazê-la a vida. Seu timbre, muito bem explorado, é imponente e delicado, na mesma faixa.

Texto por Leandro Reis

43. Ian Ramil - A voz da Indústria (part. Alexandre Kumpinski)

É como se Ian personificasse a Indústria Cultural em sua divertida música, dizendo aos seus ouvintes que a escolha do que ouvir é uma inverdade.

Texto por Nik Silva

42. Years & Years - King

Eis o hino Pop que precisávamos para unir todas (ou ao menos algumas) tribos, com direito a clipe excelente e cheio de vontade de dançar.

Texto por André Felipe de Medeiros

41. Beach House - Space Song

Mais uma canção da dupla que consegue, em cinco minutos de letra e melodia, nos fazer imaginar cores, lugares e sentimentos muito particulares.

Texto por Lucas Repullo

40. Banda-Fôrra - Momento/Movimento

Como todo o EP, a faixa tem uma brasilidade inegável, acompanhada de um espírito vivo e urgente que parte da voz de Gustavo Limeira e vai transbordando pelos demais instrumentos.

Texto por Leandro Reis

39. FKA twigs - Figure 8

Apenas FKA Twigs consegue, com seus timbres lascados, seu aspecto sombrio e seu contorno surrealista, fazer Figure 8 soar deliciosamente Pop.

Texto por Roger Valença

38. My Morning Jacket - Only Memories Remain

Baladaça Soul que não faria feio nas playlists de clássicos dos anos 1970, honrando a queda que Yim Yames, vocalista e cérebro de MMJ, tem por Black Music.

Texto por Carlos Eduardo Lima

37. Terno Rei - Trem Leva Minhas Pernas

A mais rica composição do grupo é um convite aos encontros inesperados e ao olhar distante que os seres urbanos encontram na cidade grande.

Texto por Gabriel Rolim

36. Oneohtrix Point Never - Sticky Drama

Daniel Lopatin revisita os momentos mais marcantes de sua carreira e imerge em uma bela mistura de caos, melodiosidade e experimentalismo.

Texto por Lucas Cassoli

35. Floating Points - Argente

Sam Shepherd se mostra extremamente imerso nos sintetizadores, produzindo sensações indescritíveis com sequenciadores simples e muito potentes.

Texto por Lucas Cassoli

34. Little Simz - Wings

Uma letra poderosa em uma voz cheia de atitude são alguns dos ingredientes que têm colocado a rapper em listas de artistas a serem observados de perto nos próximos anos.

Texto por Leandro Reis

33. Shamir - Call It Off

O minimalismo Techno e a precisão de sua construção dão ao hit Pop de Shamir Bailey um lugar merecido entre as faixas mais dançantes do ano.

Texto por Lucas Cassoli

32. Kins - Young

Uma das bandas mais surpreendentes do Indie de hoje em dia apresentou sua nova fase em uma ótima faixa dinâmica e cheia de volume. Imperdível.

Texto por André Felipe de Medeiros

31. Ryley Walker - Sweet Satisfaction

Canção Folk nada óbvia, nada doce, nada calma. Tem ritmo, tem guitarra distorcida, tem vocais sensacionais e aquele jeito de clássico atemporal.

Texto por Carlos Eduardo Lima

30. Lenine - Quede Água?

Com a provável melhor letra em português deste ano, a cargo de Carlos Rennó, Lenine discorre sobre a crise hídrica trazendo poesia e relevância para a questão.

Texto por Carlos Eduardo Lima

29. Ventre - Peso do Corpo

Com pouco menos de sete minutos de duração, música brinca constantemente de cruzar a linha entre o peso e a leveza de sua instrumentação e poesia.

Texto por Nik Silva

28. Brian Wilson - On The Island (ft. She And Him)

Com Zooey Deschanel nos vocais e muita belezura praiana, Brian Wilson tem pouco mais de dois minutos pra revisitar a brejeirice original da Bossa Nova sessentista com ares de hoje. E consegue.

Texto por Carlos Eduardo Lima

27. Jack Ü + Justin Bieber - Where Are Ü Now

Mostrou todo o potencial Pop de Justin Bieber se colocado ao lado de dois dos maiores nomes da música eletrônica atual, no caso, Skrillex e Diplo.

Texto por Lucas Repullo

26. DIIV - Dopamine

Teaser de uma das maiores promessas do ano que vem, Dopamine mostra que DIIV tem estudado Sonic Youth para consagrar sua carreira definitivamente.

Texto por Roger Valença

25. Baleia - Volta

Primeira inédita da banda desde ​Quebra Azul​ não economizou em mostrar seu amadurecimento desde o disco de estreia. Que venham mais assim.

Texto por André Felipe de Medeiros

24. Strausz - Narcissus (feat. Raony & Keops)

Cheia de surpresas a cada virada, faixa que promoveu o álbum ​Spectrum Vol. 1​ veio sob medida para fazer qualquer um dançar com muito estilo.

Texto por André Felipe de Medeiros

23. Emicida - Boa Esperança

São só três minutos de música, mas a mensagem do rapper ecoa por horas após esse retrato da vida sob o racismo que ainda impera no Brasil.

Texto por André Felipe de Medeiros

22. Villagers - Hot Scary Summer

Tipo de canção feita desde o início da música Pop e que continuará sendo composta e encantará a todos até o fim dos tempos.

Texto por Lucas Repullo

21. Peartree - Hate To Say I Told You So

Natural e sintético se encontram em uma mistura perfeita que através de batidas eletrônicas é carregada de sentimentos tão demasiadamente humanos.

Texto por Nik Silva

20. Drake - Hotline Bling

Faixa que se tornou maior do que qualquer análise racional que possa ser feita. Icônica pra música Pop atual e Drake em sua melhor forma.

Texto por Lucas Repullo

19. José González - Leaf Off / The Cave

O cantor sueco nos convida, de forma quase ritualística, a refletirmos sobre nossas próprias vidas, analisarmos de onde viemos e planejarmos pra onde vamos.

Texto por Lucas Repullo

18. Kamasi Washigton - Re Run

Difícil destacar uma canção no sensacional triplo The Epic, mas aqui temos um arrasa-quarteirão de 14 minutos, trazendo e relendo o Jazz para 2015 e além.

Texto por Carlos Eduardo Lima

17. Mahmed - AAAAaaaAAAaaa

A misteriosa e arrepiante faixa sintetiza as diversas sensações encontradas no som dos potiguares e é o seu momento mais espiritual.

Texto por Gabriel Rolim

16. Benjamin Clementine - Condolence

A solidez vocal de Clementine e sua força diante da dor são materializadas em uma das faixas mais envolventes de sua carreira até agora.

Texto por Roger Valença

15. The Weeknd - Can't Feel My Face

Uma das faixas “menos The Weeknd” já lançadas pelo produtor fisgou o mundo para um dos caras mais relevantes do R&B contemporâneo.

Texto por Lucas Repullo

14. Major Lazer - Lean On (feat. MØ & DJ Snake)

Os produtores mais badalados dos últimos anos se unindo a uma das vozes mais frescas do Pop há algum tempo. O resultado é uma das canções mais viciantes e onipresentes do ano.

Texto por Lucas Repullo

13. Björk - Stonemilker

A faixa é o ponto central de Vulnicura, o prenúncio do fim do casamento de Björk e o limbo de seus conflitos emocionais durante essa fase.

Texto por Roger Valença

12. Elza Soares - Maria da Vila Matilde

“Cê vai se arrepender de levantar a mão pra mim”, canta uma faixa que, apesar de excelente, não deveria mais ser tão relevante assim em 2015.

Texto por André Felipe de Medeiros

11. Unknown Mortal Orchestra - Can't Keep Checking my Phone

Uma faixa dançante, de sensibilidade Pop rara, presa no limbo entre os anos 1980 e 2015, mas fazendo igual sentido em ambos os períodos.

Texto por Lucas Repullo

10. Jamie xx - I Know There’s Gonna Be (Good Times) (feat. Young Thug & Popcaan)

Jamie xx

O produtor inglês deixa de lado a sonoridade mansa de The xx para se aventurar no domínio da Club Music. Ao lado de Young Thug, Jamie empresta muito de sua vivência ao produzir esta que é uma faixa que dosa muito bem elementos dançantes e suaves.

Texto por Lucas Cassoli

09. Courtney Barnett - Pedestrian At Best

Courtney Barnett

Uma faixa que representa tudo que queremos para o Rock de hoje. Melodia cheia de arestas e camadas embalando uma composição que ilustra a velocidade sufocante de nossos pensamentos e reflexões.

Texto por Lucas Repullo

08. Kurt Vile - Pretty Pimpin

Kurt Vile

b’lieve i’m going down não poderia ser aberto de uma forma melhor. Pretty Pimpin sintetiza a viagem introspectiva do espírito resignado (e malicioso) de Vile ao deparar-se com as melancolias de uma vida vivida no estado de desencontro consigo mesmo.

Texto por Roger Valença

07. Tobias Jesso Jr. - How Could You Babe

Tobias Jesso Jr.

Qualquer uma das belíssimas e cruas faixas do álbum Goon poderia estar nesta lista. Um disco que nos relembrou, em tempos de excessos - como o amor (e a perda dele) é um sentimento simples, apesar de arrebatador.

Texto por Lucas Repullo

06. Battles - The Yabba

Battles

Faixa brinca com seus loops, batidas e riffs ritmados, de desconstruir o Rock Alternativo em algo que transita pelo Math Rock e por algo que somente o trio é capaz de fazer. Com ela, o grupo sacramenta seu posto como uma das bandas mais inventivas do cenário atual.

Texto por Nik Silva

05. Boogarins - Avalanche

Boogarins

O primeiro single do aguardado novo álbum de Boogarins chegou para nos apresentar uma banda mais segura de seu potencial e que, pela grandiosidade da canção, mostra o impacto que suas inúmeras apresentações ao vivo tiveram na confiança e na liberdade de composição do grupo.

Texto por Lucas Repullo

04. Sufjan Stevens - Should Have Known Better

Sufjan Stevens

O arrependimento como forma de saudade - Sufjan revê aquilo que fez e o que não disse, o que sentiu e o que deveria ter pensado mais em uma canção simples, que ganha corpo ao longo de seus cinco minutos à medida que parece ganhar também sensibilidade.

Texto por André Felipe de Medeiros

03. Tame Impala - Let It Happen

Tame Impala

A mais épica faixa do álbum Currents consegue introduzir o novo caminho mais Pop e sintético escolhido por Kevin Parker para este trabalho, mas sem ignorar nenhum dos elementos que contribuíram para que Tame Impala se tornasse uma das mais influentes bandas de sua geração.

Texto por Lucas Repullo

02. Alabama Shakes - Future People

Alabama Shakes

A voz estarrecedora de Brittany Howard, o minimalismo poderoso das referências Blues e o destruidor novo disco são elementos da fórmula do sucesso desta incrível faixa, que se revela como um fantástico exemplo de reinvenção de uma estética já conhecida.

Texto por Lucas Cassoli

01. Kendrick Lamar - Alright

Kendrick Lamar

Esta metade de década será certamente lembrada, pelo menos por aqueles que a viveram, como um período sob uma intensa nuvem cinza aparentemente global. Em meio a tanta violência e intolerância, o rapper manda seu recado otimista e pé no chão, uma mensagem relevante para todos os atentos não só à música de hoje, mas à vida em nossos dias. Uma música excelente que já nasceu icônica.

Texto por André Felipe de Medeiros

Playlists

Listas Individuais

André Felipe de Medeiros

Tame Impala - Let It Happen
Kendrick Lamar - Alright
Björk - Stonemilker
Sufjan Stevens - Should Have Known Better
Years & Years - King
Jack Ü - Where Are Ü Now (feat. Justin Bieber)
Boogarins - 6000 Dias (Ou Mantra dos 20 Anos)
Emicida - Boa Esperança
Tulipa Ruiz - Proporcional
Strausz - Narcissus

Carlos Eduardo Lima

Brian Wilson - On The Island (ft. She And Him)
Lenine - Quede Água?
Alabama Shakes - Gimme All Your Love
My Morning Jacket - Only Memories Remain
Beach House - Space Song
John Grant - Global Warming
Lucas Arruda - Solar
Modest Mouse - The Ground Walks With Time In A Box
Paul Weller - This City Streets
Public Broadcasting Service - Gagarin

Gabriel Rolim

Kendrick Lamar - Alright
Drake - Hotline Bling
Terno Rei - Trem Leva Minhas Pernas
Boogarins - Avalanche
Tame Impala - The Less I Know The Better
Rihanna - Bitch Better Have My Money
Rodrigo Ogi - Virou Canção
The Weeknd - Can't Feel My Face
UMO - Can’t Keep Checking My Phone
Major Lazer - Lean On (feat. MØ & DJ Snake)

Leandro Reis

Benjamin Clementine - Condolence
Little Simz - Wings
Kendrick Lamar - Momma
banda-fôrra - Momento/Movimento
Bernardo Bauer - All The Weight Suddenly Has Been Dropped
Courtney Barnett - Pedestrian At Best
Alessia Cara - Here
Alabama Shakes - Don't Wanna Fight
Yassou - To Sink
Sufjan Stevens - Death With Dignity

Lucas Cassoli

Kendrick Lamar - u
Jamie XX - I Know There’s Gonna Be (Good Times) (feat. Young Thug & Popcaan)
Oneohtrix Point Never - Sticky Drama
Elza Soares - Maria da Vila Matilde
Mahmed - AAAAaaaAAAaaa
Battles - The Yabba
Floating Points - Argente
Earl Sweatshirt - Faucet
Alabama Shakes - Dunes
Lianne La Havas - Ghost

Lucas Repullo

Major Lazer - Lean On
The Weeknd - Can't Feel My Face
Tame Impala - Let It Happen
Courtney Barnett - Pedestrian At Best
Unknown Mortal Orchestra - Multi-Love
Boogarins - Avalanche
Tobias Jesso Jr. - How Could You Babe
José González - Leaf Off / The Cave
Waxahatchee - Air
Villagers - Hot Scary Summer

Nik Silva

Kamasi Washigton - Re Run
Kendrick Lamar - These Walls
Tame Impala - Let It Happen
Ventre - Peso do Corpo
Ian Ramil - A Voz Da Indústria
Battles - The Yabba
Kurt Vile - Pretty Pimpin
Ryley Walker - Sweet Satisfaction
Boogarins - Avalanche
Alabama Shakes - Future People

Roger Valença

Kendrick Lamar - King Kunta
Sufjan Stevens - Fourth of July
Tame Impala - Let It Happen
Kurt Vile - Pretty Pimpin
Alabama Shakes - Gimme All Your Love
Björk - Stonemilker
Villagers - Hot Scary Summer
Elza Soares - Coração do Mar
Tobias Jesso Jr - How Could You Babe
Benjamin Clementine - Condolence

mais sobre