Vance Joy: Doçura Folk para o comecinho da tarde

Músico vem esquentar os corações para o segundo dia de festival

Por Roger Valença, 16/03/2017, às 18:17

Neste ano, o Lollapalooza Brasil traz um cardápio variado para o comecinho da tarde. Teremos, por exemplo, o Axé contemporâneo e engajado de BaianaSystem se você quiser matar a saudade do carnaval e o Rock invocado de Catfish And The Bottlemen para exorcizar aquela vontade de uma boa guitarrada elétrica. No entanto, se você acha que a hora da siesta combina muito mais com a harmonia do Folk adocicado, a apresentação do australiano Vance Joy parece ser a pedida ideal.

Vance Joy é na verdade James Gabriel Keogh, um rapaz de 29 anos de idade que roubou sua alcunha artística de um personagem contador de histórias vindo do livro Bliss escrito por Peter Carey. Esse aspecto sonhador se encaixa perfeitamente no espectro musical do artista. Suas músicas são melancólicas, e falam dos sofrimentos amorosos de ser um jovem adulto, mas não abrem mão da pegada Pop para conquistar ouvintes.

Riptide é, pelo menos por enquanto, o hit de Vance Joy, a música que o tornou reconhecido mundialmente e que levou o cara a abrir os shows de Taylor Swift, colocação até então ostentada por Ed Sheeran. Estes são nomes, aliás, que dizem muito sobre a personalidade e, consequentemente, sobre a música do rapaz: um Indie Folk grandioso, de apelo Pop, ensolarado, pós-adolescente e romântico-sofredor. Um show que vai construir um clima agradável para você fazer a digestão e esquentar o coração para o resto do domingo.

mais sobre