Lolla'18: Destaques do Primeiro Dia (Sexta, 23)

Mac DeMarco, Chance the Rapper e LCD Soundsystem fizeram apresentações memoráveis

Por André Felipe de Medeiros, 26/03/2018, às 18:49

Fotos: I Hate Flash

O primeiro dia de Lollapalooza Brasil apresentou de uma só vez a diversidade que o festival teve ao longo do fim de semana, com performances memoráveis tanto dos nomes que compõem a música brasileira atual (Mallu Magalhães, Rincon Sapiência e Vanguart são alguns dos exemplos) a nomes mais do que consagrados em seus meios nos últimos anos, como Spoon, LCD Soundsystem e Red Hot Chili Peppers.

De acordo com o que a equipe Monkeybuzz viveu na sexta, 23, no Autódromo de Interlagos, estes foram os destaques do dia.

Luneta Mágica

A psicodélica banda amazonense abriu os trabalhos de todo o festival com um show bonito e repleto de canções lindas - a mais poderosa de todas, a roqueira Parte, foi feita em conjunto com o recém-falecido produtor Carlos Miranda e mostrava que tal encontro estava rendendo bons frutos. Mesmo em um horário desfavorável, o grupo mostrou que está entre os grandes nomes do cenário psicodélico brasileiro e que faz, sobretudo, um trabalho rico em composições. (Gabriel Rolim)

Spoon

Em um festival que engloba cada vez mais estilos, as bandas de Rock menos pretensiosas preenchem muito bem o line up. Os norte-americanos usaram toda sua experiência para envolver fãs e não fãs na tarde de sexta. Com um Britt Daniel tranquilo para entregar seu vocal rasgado característico, a banda executou um setlist bem distribuído entre seus últimos discos, sem focar tanto no recente Hot Thoughts. (Lucas Repullo)

Chance The Rapper

"Preciso que vocês pulem nesse show, é assim que a gente faz em Chicago", disse o artista bem no começo de sua apresentação. Apesar de cheio, as pessoas que estavam no palco Budweiser, aparentemente, não estavam por causa do rapper. Sem se abalar e com ajuda de pirotecnia, Chance conduziu muito bem o show com seu "Rap Gospel" e fez as pessoas se sentirem em um verdadeiro culto religioso. Seu setlist tinha de tudo:Sunday Candy e Cocoa Butter Kisses da mixtape Acid Rap (2013), Blessings e Same Drugs, de Coloring Book (2016), Ultralight Beam, sua participação em uma música de Kanye West, e até o hit mais atual, I'm The One, de DJ Khaled com Justin Bieber, e outros. (Ana Laura Pádua)

LCD Soundsystem

Em um dos shows mais vazios entre os headliners do Palco Onix, o som estava baixo, o que aproximou o público da grade. Mas LCD Soundsystem se entregou por completo como de costume, demonstrando o quanto seu som cresce ao vivo. O setlist englobou partes de toda a carreira da banda, mas a catarse veio com Dance Yrself Clean e All My Friends, esta última rendendo coros emocionados de amigos cantando abraçados. (Lucas Repullo)

Mac DeMarco

Não havia artista melhor para dividir horário com Red Hot Chilli Peppers. O público que optou pelo canadense presenciou uma apresentação deliciosa, engraçada e bastante especial. O músico bebeu, fumou, fez graça e apresentou uma das discografias mais consistentes da música alternativa dos últimos anos. Destaque para a - ainda mais - lenta versão de This Old Dog, single de seu último disco de mesmo nome. (Lucas Repullo)

mais sobre