Ouça: Gudicarmas

Banda pernambucana estreia com disco que trabalha ritmos brasileiros com muita personalidade

Ouça: Gudicarmas

Gudicarmas é uma banda que dialoga com as nossas raízes e faz carinho na base da nossa formação musical. Não importam as suas preferências atuais ou o que você ouvia na sua infância ou adolescência por influência de um amigo ou outro. Consciente ou inconscientemente, todos crescemos afetados por uma mistura louca de ritmos brasileiros e outros emprestados de fora. Esta banda pernambucana consegue trazer tudo isto à tona numa carcaça absurdamente atual.

r Gudicarmas - Ávido

O que salta aos ouvidos neste som é o pulso da música. Mais do que elementos ou estilos específicos que podem ser pincelados em um ou outro som, o poder da sincronia entre voz, instrumentos, letra e a finalização de tudo isso (co-produção assinada por Diogo Guedes e masterização de Bruno Giorgi) é o que fica de cada uma das canções do recém-lançado primeiro disco Dharma.

r Gudicarmas - Eu, Ela E O Mar

Pegue por exemplo a influência do baião na faixa Eu, Ela e o Mar. É o tipo de informação que se vista antes do play, te condiciona a esperar algo completamente diferente do encontrado. O estilo está lá, mas inserido organicamente no som dos caras (Felipe Sitonio, Mateus Guedes, Otávio Carvalheira, Pedro “Paca” Valença e Rafael Cunha) e fica em segundo plano, deixando lugar para que o vocal potente, as letras inteligentes e bem trabalhadas e a produção bem contemporânea se sobressaiam e se transformem em gingado e personalidade.

Ávido, faixa que abre o disco, talvez seja o melhor cartão de visitas. Apresenta bem de leve a mistura de referências que encontraremos no restante do trabalho, mas sem assustar. No lugar, mostra uma maturidade interessante, sem nenhuma cara de primeiro álbum e destaca um tato raro com as palavras, uma melodia empolgante e ainda pra quem gosta de encaixar tudo que ouve em bloquinhos, já os insere ao lado de nomes que adoramos como Rua e Nação Zumbi.

Artista: Gudicarmas

Marcadores: Ouça