Ouça: MASM

Músico lançará seu disco de estreia, "Maré Rasa", em 21 de setembro

Ouça: MASM

“Meu objetivo como músico no momento é quebrar expectativas e paradigmas do que o ouvinte de música brasileira espera”. Essa foi uma frase dita pelo produtor maceioense Matheus Accioly, nome por trás do projeto MASM, em uma breve troca de e-mails com o Monkeybuzz, também uma espécie de convite a reouvir suas faixas tendo em mente esse lema. Essa atitude vanguardista define bastante da música de Matheus Accioly: é algo que, ao mesmo tempo em que tira o ouvinte de uma zona de conforto, o deixa extremamente confortável a continuar ouvindo sua belas melodias e gostosos arranjos.

Definir sua música não é algo tão exato assim, dado que MASM transita entre diversos estilos e captura deles elementos diversos, sem apegar-se a uma estética única. Basta dizer que o sintetizador e o teclado são os principais instrumentos de Matheus e entender os adjetivos que são colocados em sua música, Chillwave e Vaporwave, fica mais fácil. Uma pegada bem brasileira também está bem presente no seu som, portanto não é tão difícil dizer que sua obra também é de alguma forma uma corruptela da MPB ou Bossa Nova. “Os gêneros dos quais peguei inspiração são reflexo daquilo que carrego comigo, não o contrário”, diz o músico.

Como você pode ouvir no recém-lançado single Levarei, tudo soa bastante orgânico. Esses adjetivos que soam abstratos em um primeiro instante se tornam mais palatáveis - se é que isso faz alguma diferença no fim das contas.

Outra frase dita por Matheus que me ajudou a entender ainda mais sua música foi: “Passei minha vida toda, desde criança, indo à praia, tomando banho de piscina e jogando videogame, seria impossível não trazer um pouco disso tudo para um álbum tão nostálgico”. Ao ouvir seus singles com isso em mente, logo me veio a cabeça a trilha sonora deOutRun, jogo de corrida lançado pela Sega em 1986 - não só a trilha, como a sensação de pilotar um daqueles carrinhos pixelados à beira mar. Algo definitivamente nostálgico.

Divagações à parte, sua música carrega mesmo uma aura vinda dos videogames. Uma coisa bastante presente em seu primeiro EP, Pacing To, criado em parceria com o músico Cy Tamura - lançado no ano passado.

Levarei faz parte de um momento diferente de sua carreira. Ela, assim com o single Pedestais, fará parte do primeiro disco do músico, Maré Rasa, que tem seu lançamento aguardado para 21 de setembro.

Matheus me disse que essas duas faixas são ótimos exemplos do álbum, mas ainda não mostram exatamente seus extremos. “O restante das faixas tem níveis variados de pegadas orgânicas e sintéticas. Misturar esses dois lados foi a parte mais divertida de produzir esse álbum (...) Da mesma forma que Pedestais e Levarei são diferentes assim, espere essa mesma diversidade pelo álbum inteiro. Eu posso garantir, com 100% de certeza, que as pessoas serão pegas de surpresa em cada faixa”.

Continuando nosso papo sobre o disco, Matheus disse não esperar revolucionar a música brasileira, mas deixar sua marca nela com esse e com seus próximos discos. Um objetivo que parece bem possível de acontecer.

Artista: MASM

Marcadores: Ouça