Matt Martians - The Drum Chord Theory

Matt Martians - The Drum Chord Theory
  • Ano: 2017
  • Selo: Three Quarter
  • Produção: Matt Martian, Steve Lacy, Kari Faux, Tyler The Creator, Tay Dreamin'
  • # Faixas: 12
  • Estilos: RnB, Experimental, Psicodelia
  • Duração: 41:00
BBBBa

O coletivo Odd Future foi um poço de criatividade tão fundo que os projetos que saíram dele estão começando a se tornar novíssimos poços também. Um desses casos foi The Internet, que recentemente anunciou que seus integrantes estariam trabalhando em álbuns solos. Enquanto Syd The Kid não revela todas as faixas de seu antecipadíssimo trabalho, Matt Martians resolveu mostrar ao público no que vem trabalhando nos últimos meses. Como sempre, o trabalho solo é uma fantástica oportunidade de descobrir mais do universo de referência de um músico específico, bem como um terreno muito fértil para experimentações. Camuflado dentro do universo R&B, poderíamos prever que este trabalho solo seria algo desta natureza, mas esta ingenuidade foi exatamente o que nos deixou despreparados para o tsunami de referências escondido de Matt.

The Drum Chord Theory é um trabalho sem pé nem cabeça. A ordem das músicas é puramente burocrática, pois seu conteúdo é difícil de ser estruturado em alguma lógica. Há claramente um direcionamento ao Hip Hop, mas as bases lisérgicas, timbres oscilantes, melodias caóticas causam uma desorientação muito produtiva. Em uma entrevista, Matt chegou a comentar que um de seus discos favoritos é Hissing Fauna, Are You The Destroyer, de Of Montreal, e quando começamos a escutar o trabalho de Matt percebemos essa referência, principalmente na maneira como ele cria uma psicodelia de uma forma menos estereotipada. Assim como em Hissing Fauna…, a lisergia é criada na junção de referências que, isoladas, não trazem uma psicodelia ativa, mas juntas, criam texturas e timbres seguramente hipnóticos. Em linhas gerais, Matt trabalha o R&B de novas formas, misturando ingredientes novos com doses que ele achar conveniente, mesmo que o livro de receitas o advirta contra isso.

Spend The Night/If You Were My GF indica o tom do disco com beats de Hip Hop e arranjos de Rhodes que fazem com que a música pareça estar derretendo, sentimento que nos acompanha por boa parte do disco. Where Are Yo Friends? é quase uma peça dodecafônica do R&B, criando arranjos desconexos fantásticos e que, ironicamente, criam uma sensação de suíngue bastante sólida. Baby Girl continua os experimentos com timbres de sintetizadores desconcertantes que sustentam uma melodia estranha e romântica ao mesmo tempo.

Found Me Some Acid Tonight e pode deixar explícita a lisergia em seu título, mas é a estrutura deste interlúdio que nos provoca a sensação plena do delírio. Alotta Women/Useless, parceria com Kari Faux, aposta em sons mais Lo-fi para compor uma batida sólida e hipnótica. Dent Jussay, produzida por Tyler The Creator e que conta com participação de Syd, pode contar com uma forte equipe mas não diminui em nada a Psicodelia que Matt quis imprimir em seu trabalho solo. Por fim, Diamond In Da Ruff aposta em uma sonoridade bem groove, com bons arranjos vocais e linhas de baixo que impressionam pela força e suavidade concomitante que tem.

The Drum Chord Theory é um trabalho que anuncia que podemos esperar uma qualidade ótima vinda dos projetos solos de The Internet. Mas além disso, Matt prova que é um excelente produtor ao conseguir trabalhar com referências explícitas e juntá-las em algo realmente inspirador e interessante. Um disco exemplo para entender a função de um produtor: um curador e alquimista de sonoridades.

(The Drum Chord Theory em uma faixa: Alotta Women/Useless)

Bom para quem ouve: Vinyl Williams , Knxwledge , Flying Lotus

Artista: Matt Martians

Marcadores: RnB, Psicodelia, Experimental