Kid Wise - Les Vivants

Kid Wise - Les Vivants
  • Ano: 2017
  • Selo: Maximalist Records
  • # Faixas: 11
  • Estilos: Indie Pop
  • Duração: 49
BBBba

Se passaram dois anos desde o lançamento do álbum de estreia do sexteto francês Kid Wise, intitulado L’Innocence. Se, naquela época, a banda já soava surpreendente por conta da grandiosidade épica de seu trabalho - com suas faixas que mais pareciam equivalentes musicais contemporâneos de afrescos renascentistas - a chegada de Les Vivants prova que o grupo não pretende baixar a bola tão cedo.

E isso pode ser percebido seja na vitalidade do trabalho em si, no nome de algumas faixas, ou na média de tempo de algumas delas, que ficam às voltas dos cinco minutos de duração. No entanto, diferentemente de seu antecessor, algo de novo pode ser percebido aqui: a efervescência juvenil parece pender a um ponto de vista muito mais aterrado do que antes (tanto é que nomes que evocam estrutura e densidade como Bones, Anchors e Hold On dão as caras por aqui).

Quando escrevemos pela primeira vez sobre o grupo, na seção Ouça do site, chamamos a atenção justamente para o aspecto jovial da banda, cheia de esperança e ousadia, esbanjando aquela sensação de invencibilidade que todos temos aos vinte anos de idade. Agora, parece sintomático que Hold On, um dos primeiros singles a ganhar videoclipe (sendo o audiovisual uma faceta de suma importância para a expressão do grupo) ilustre justamente a história de uma criança que faz aniversário e escolhe como tema da festa a história de Peter Pan.

Se a banda está amadurecendo e se agarra insistentemente à própria juventude, isso pode ser percebido na sua música, que atua num campo que intersecciona o Pop publicitário inofensivo de Elbow, à narratividade Indie cool de Wild Beasts, e ao Dream Pop esfumaçado de Washed Out. Isso tudo mesclado a algumas anomalias como a faixa Ascension, que se aproxima dos nove minutos de duração e parece uma mistura indecisa entre o Metal Melódico e a New Age.

Esbanjando uma minúcia cautelosa na produção, e uma grandiosidade epopeica em sua narrativa, embora ainda agarrada ao passado, Kid Wise, em seu novo trabalho, continua na mesma linha musical, selvagem e juvenil, que tornou o grupo quem ele é hoje. Nesse sentido, possui uma faceta que sobrepõe duas características irônicas: pode soar tanto refrescante para ouvidos maçudos, quanto pode soar opressivo para ouvintes ansiosos.

(Les Vivants em uma faixa: Hold On)

Bom para quem ouve: Elbow , Wild Beasts , Washed Out

Artista: Kid Wise

Marcadores: Indie Pop