Big Boi - Boomiverse

Big Boi - Boomiverse
  • Ano: 2017
  • Selo: Epic
  • Produção: Beat Butcha, Cory Mo, Cirkut, Diego Ave, DJ Dahi ,DJ Khalil, Griffin Oska,Ian Kirkpatrick, Jake Troth, Mannie Fresh, Scott Storch, Siege Monstrosity, TM88, Young Cali of The Inkkwell
  • # Faixas: 12
  • Estilos: Hip Hop
  • Duração: 45:00
BBBaa

Desde que o icônico Outkast fragmentou-se, seus dois membros caminharam por rotas distintas. Enquanto Andre 3000 tornou-se ator de cinema e fez algumas participações interessantes em discos alheios, como Channel Orange, Big Boi decidiu investir em sua carreira solo e projetos paralelos como Big Grams. Sem nunca perder sua identidade, sempre com seu flow e timbres únicos, o rapper deixou sua marca por onde passou.

Existem alguns projetos e rappers que parecem transitar no mesmo circuito de interesse de seu Hip Hop cheio de ironias e piadas, como Run The Jewels. Nesse vácuo e por sua própria história, Boomiverse faz sentido, mesmo que seja uma obra com buracos. O disco, seu primeiro trabalho solo em cinco anos, coloca Big Boi em espectros sonoros diferentes em canções que tentam ser auto suficientes, sem necessariamente apresentarem ligações. Temos toques de Michael Jackson na suingada Mic Jack, com Adam Levine, influências do oriente médio em Kill Jill, com Killer Mike, e sabores do Rap sulista que consolidou Outkast na ótima In The South, com Gucci Mane - músicas que fundamentam uma playlist e que soam nesse disco como um grande apanhado de composições.

Sem perder o humor, a dispensável Chocolate traz as batidas de House de 2006 de volta à tona (algo que parece estar em alta, como na última música de Katy Perry) enquanto Freaknomics tem um jeitão de esquete de humor de um Saturday Night Live. Os melhores momentos, no entanto, aparecem com Killer Mike na faixa anteriormente citada, assim como Mad Men e Follow Deez, se tornando uma variável animadora da parceria que promete EP. De qualquer maneira, o apanhado de músicas causa uma atração imediata, porém efêmera - nada parece prender muito atenção apesar de sua qualidade.

Um disco para colocar-se no meio de uma coleção de músicas de Hip Hop e tornar sua playlist de gênero mais interessante. Em um ano tão diverso para o estilo, Boomiverse parece uma atuação eficiente e esperada de seu ator principal, Big Boi, junto aos seus diversos coadjuvantes. Mas nada além disso.

(Boomiverse em uma música: Kill Jill)

Bom para quem ouve: Snoop Dogg , Run the Jewels , Outkast

Artista: Big Boi

Marcadores: Hip-Hop