WizKid - Sounds From The Other Side

WizKid -  Sounds From The Other Side
  • Ano: 2017
  • Selo: Starboy Entertainment
  • Produção: Sarz, Major Lazer, Dre Skull
  • # Faixas: 12
  • Estilos: Reggaeton, R&B, Afrobeats
  • Duração: 39:00
BBBBa

De tempos em tempos, alguns gêneros, chamados de “globais” pela indústria fonográfica mainstream, explodem. Já vivemos esse fenômeno com gêneros brasileiros como Bossa Nova e Funk, países latinos de origem hispânica com Reggaeton e Afrobeat com Fela Kuti e seus dissidentes na Nigéria desde de 1970. Essa “descoberta” faz parte do ofício de produtores de música ocidentais que, na busca por novas sonoridades, se deparam com o desconhecido.

Recentemente, o continente africano voltou a ser redescoberto por produtores: do Kuduro ao Afrobeats (variação mais generalista do estilo de Fela), a música parece ter ganhado novo impulso com a Internet - mais pessoas descobrem e se conectam com a música africana como nunca. Talvez, o grande exemplo disso seja a faixa One Dance (2017) lançada por Drake e que conta com a participação de um músico já consolidado na África, WizKid. Com 27 anos e alguns sucessos locais, o cantor nigeriano parece encontrar seu primeiro movimento de conquista fora de suas origens com seu primeiro disco lançado por um selo grande.

Em um disco repleto de participações especiais como Drake, Major Lazer e Chris Brown (artistas que beberam da fonte sonora de WizKid anteriormente), poderíamos cair em uma fácil ocidentalização de Sounds From The Other Side, algo que felizmente não acontece. Os melhores momentos facilmente surgem quando Ayodeji Ibrahim Balogun está solo como na dançante e rasteira Sweet Love, na percussiva Daddy Yo ou na balada certeira Sexy.

Quando o músico divide o microfone, temos interações interessantes, principalmente com Ty Dolla $ign em Dirty Wine (releitura de um Hip Hop Eletrônico que explodiu no começo da década 2010) ou na irresistível One For Me que nos lembra os melhores momentos de figuras carimbadas do Reggaeton como Sean Paul e Shaggy no fim dos anos 1990. Assimilado com certa facilidade pelos brasileiros, o trabalho é repleto de canções com gosto de verão praiano e mostram que, enquanto a música global pode parecer novidade para o hemisfério norte, África e América Latina compartilham ritmos compreensíveis de povos distintos.

Mesmo que WizKid desponte novamente em canções feitas em parcerias, temos aqui o exemplo de um artista que tem força própria para brilhar e um continente inteiro de novidades musicais para alcançar novos ouvidos. Caso haja interesse pela nova música da África, o documentário Fonko (visto por nós no ano passado) é uma boa sobremesa para o delicioso Sounds From the Other Side.

(Sounds From the Other Side em uma música: One for Me)

Bom para quem ouve: Shaggy , BaianaSystem , Drake

Artista: Wizkid

Marcadores: Afrobeats, Reggaeton, R&B