Alice Glass - Alice Glass EP

Alice Glass - Alice Glass EP
  • Ano: 2017
  • Selo: Loma Vista
  • # Faixas: 6
  • Estilos: Eletrônico, Experimental, 8-Bit
  • Duração: 18:00
BBBba

Durante os três primeiros álbuns de Crystal Castles, a metade do duo com Ethan Kath parecia cantar como se estivesse sufocada, lutando para ser ouvida. Em contraste com estes trabalhos, Alice Glass, EP lançado pela ex-vocalista, mostra claramente a voz da artista, sem se esconder de várias camadas sonoras e efeitos.

Nove meses depois de anunciar a saída conturbada da banda em 2014, Alice divulgou de forma independente o single Stillbirth, que logo nas primeiras linhas afirma “I want to start again” — Isso mostra que está aberta para um novo recomeço. Junto desta faixa, Alice revelou que havia passado por um relacionamento abusivo, e boa parte deste novo trabalho transparece essa experiência de amar justamente a pessoa que te mais faz sofrer.

Como prova disso, já na primeira e mais potente música, Without Love, pergunta: “How are you gonna lie about me now?/Was I a stray just waiting to be found?”. Reforçando esse momento em que se encontra, ainda responde diretamente a música Tell Me What To Swallow, do álbum que leva o nome de sua banda antiga, de forma muito mais impactante: “Tell me where to spit/Don’t tell me what to swallow”. Além disso, adiciona influências Traps para dar força e fazer o refrão se alojar na mente de quem ouve: “Got to be without love. Got to be without love. Got to be without love”.

Com batidas que parecem querer escorregar no famoso artifício de Crystal Castles, o 8-bit, a cantora mescla muito bem suas influências durante o EP. Forgiveness, por exemplo, mostra uma abordagem evoluída na estreia individual, enquanto Natural Section, com um ruído abrasivo, lembra o single já lançado Stillbirth. White Lies embala de vez no lado mais pesado do trabalho e faz dupla com Blood Oath que segue com referências “sujas” ambientadas no plano conceitual.

Com isso, Alice Glass prova que é muito mais. Ela é uma reflexão, uma evolução de si mesma. Com seis faixas intensas, pessoais e desafiadoras, entrega em ótima produção uma digestão dos traumas do passado que por meio de suas composições, mostra que continua viva. E isso basta para começar tudo de novo.

(Alice Glass em uma música: Without Love)

Bom para quem ouve: Purity Ring , HEALTH , Grimes

Artista: Alice Glass

Marcadores: Eletrônico, 8-Bit, Experimental