Rashid - Crise

Rashid - Crise
  • Ano: 2018
  • Selo: Foco Na Missão
  • # Faixas: 10
  • Estilos: Hip Hop, Sample Based
  • Duração: 42:35
BBBBa

Certa vez, a pianista e compositora Nina Simone disse que “o dever de um artista é retratar o tempo em que vivemos”. Embora pertencentes a contextos diferentes, esta frase faz cada vez mais sentido quando analisamos a obra de Rashid. Oriundo de uma cena Hip Hop ácida e crua, o rapper tem uma impressionante discografia de sete registros até então, sempre com alguma novidade para seu público.

Assim, dessa alta frequência e produção desenfreada, é possível inferir o quanto de reflexão ele juntou em quase dez anos de carreira, principalmente considerando uma história tão abrupta e conturbada quanto das minorias em um país como o Brasil. Agora, em meio a impeachments, discursos extremistas, bipolaridade política e protestos, surge a urgência em Rashid de pensar um dos períodos mais caóticos de nossa história.

Crise é justamente um esforço em tentar desembaralhar e esmiuçar para o ouvinte estes últimos anos. Porém, ao contrário do que pode-se prever, este não é um retrato político ou apenas uma crítica a um governo, embora haja metáforas sutis e potentes para este objetivo durante o disco. O sétimo disco de Rashid encara não só a dimensão nacional, mas também a pessoa e as relações que se mantém entre uma e outra.

Por meio de um flow sagaz , o rapper procura desvendar de certa maneira como um ente influencia o outro e vice-versa. Assim, a crítica e o retrato dos tempos vividos se torna ainda mais poderosa, pois a dureza e, de certa forma, a violência da realidade que ele expõe é, em parte, de responsabilidade nossa também. A Crise de Rashid anda em duas direções e, por vezes, é possível pensar até em mais de duas direções.

Música de Guerra anuncia o seu retorno em um beat intenso que ilustra seu rap e orgulho que tem dele, se livrando dos “verso McDonalds” hiperplagiados que rolam por aí. A partir disso, Rashid começa a tecer suas críticas sem piedade, começando por Estereótipo, um retrato cru do estigma que as minorias carregam sendo, como a música diz, “todos alvos”. Primeira Diss, como o próprio nome sugere, é uma afronta direta a uma pessoa que, durante a música revela ser Rashid, evidenciando que ele mesmo também é parte dessa crise. A referência ao épico romance japonês na faixa Musashi contribui como uma comparação do poder de sua crítica, que não é necessariamente a mais forte de todas, mas certamente é a mais ardilosa e planejada. Mal Com O Mundo, novamente revê a relação com o macro, porém poupando menos os envolvidos e acusando o presidente de golpista.

Rashid prova que a força de sua rima não jaz no ataque, mas na minúcia e forma como ele identifica a complexidade da coisa. Crise é um trabalho que merece destaque no Rap brasileiro e que, certamente, fica marcado como um dos discos mais importantes na discografia do rapper de São Paulo. Uma missão quase suicida e uma exposição que muitos não estão prontos para ver.

Bom para quem ouve: niLL , Coruja BC1 , Síntese

Artista: Rashid

Marcadores: Sample Based, Hip Hop