Stephen Malkmus & The Jicks - Sparkle Hard

Stephen Malkmus & The Jicks - Sparkle Hard
  • Ano: 2018
  • Selo: Domino Records
  • Produção: Chris Funk
  • # Faixas: 11
  • Estilos: Indie Rock, Art Rock, Psicodelia
  • Duração: 43:44
BBBBa

Stephen Malkmus é uma daquelas pessoas sobre as quais podemos afirmar que já viram de tudo. Integrante do solene grupo de Indie Rock Pavement, sua trajetória solo agregou aos poucos referências distintas conduzidas pelo fio sólido e cru do Indie noventista, do pessimista disco Real Emotional Trash (2008) até o suave e fantástico Wig Out At Jagbags (2013).

Contudo, um caminho tão rico quanto esse vem com um preço. A cada novo lançamento, o exercício de renovação se torna mais complexo e arriscado, pois cair em lugares comuns do Indie é algo bastante tentador, ainda mais considerando o passado do músico. Porém, novamente sob o nome de Stephen Malkmus & The Jicks, ele consegue novamente nos provará que, apesar de ter fundado um dos grupos mais icônicos do gênero, isto não o impede de olhar para frente.

Sparkle Hard é seu sétimo disco dentro deste projeto e ele aparenta ser o que mais consegue permitir mudanças dentro da estrutura rígida do Indie Rock, o que não significa que este não seja um disco Indie em sua essência. Os riffs salgados, guitarras estridentes, baterias semi lo-fi e vocais distorcidos estão presentes em peso durante as onze faixas do registro, tanto que temos participações ilustres de referências do Indie como Kim Gordon, baixista do saudoso Sonic Youth. Mas, entre eles, há elementos que cunham novas possibilidade para o grupo.

Desde sintetizadores mais presentes (beirando uma Psicodelia Moderna), passando por autotunes forçados (quase estereotipando o Hip Hop) e melodias grandiosas com metais, o trabalho impressiona por parecer um jardim no qual sobre uma base comum novas sonoridades parecem brotar e florescer com facilidade. Ou seja, Stephen Malkmus não colocou nada aqui pela necessidade, mas porque são um caminho natural daquilo que cultivou durante todos esses anos.

Com um piano quase infantil, Stephen nos engana ao abrir o disco com Cast Off, pois logo se torna uma peça épica de Rock n Roll. Já Solid Silk, em tons que lembram a fase dourada de Broken Social Scene, começa a introduzir seus experimentos, principalmente com sintetizadores análogos. Rattler, com baixos potentes e solos desconcertantes, é a que deixa mais evidente o contraste entre a tradição e a novidade, imprimindo vocais autotunados e tensos.

A cota de baladas é suprida por Kite que entoa acordes Folk em seu início, mas depois nos joga para outro ambiente com uma Psicodelia bastante sessentista. Por fim, Difficulties - Let Them Eat Worms é uma sofisticada e profunda composição de Folk Rock que pode soar parecido com Nick Cave em alguns momentos para certos ouvidos.

Stephen Malkmus parece claramente disposto a encarar cada desafio que propõe com seus novos discos e Sparkle Hard é a prova disso. Talvez seu trabalho, mais desafiador a um ouvinte saudoso, se constitui no mistério e prazer que temos em ouvir cada faixa descobrindo cada elemento estranho e novo colocado para refinar sonoridades anteriores. Um disco que respeita a tradição, ao mesmo tempo que a chuta com a atitude que lhe é própria.

(Sparkle Head em uma faixa: Difficulties - Let Them Eat Worms)

Bom para quem ouve: Deerhoof , Deerhunter , Broken Social Scene

Artista: Stephen Malkmus and The Jicks

Marcadores: Psicodelia, Art Rock, Indie Rock