Grand Bazaar - Glória

Grand Bazaar - Glória
  • Ano: 2018
  • Selo: Risco
  • # Faixas: 9
  • Estilos: Folk, Música Cigana, Étnico
BBBba

A música exerce um poder sobre nós sob o qual às vezes somos totalmente guiados por suas intenções. Apesar de isso parecer ter um significado bastante maquiavélico, há de se reconhecer que esta nossa entrega total por vezes pode nos trazer sentimentos extremamente positivos, e é justamente aí que a banda Grand Bazaar monta seu acampamento.

Com dois discos festivos e alegres nas costas, foi possível identificar um êxtase inegável dentro destas composições, em uma sonoridade que misturava elementos de diversas etnias, mas também entregava uma coesão Pop bastante clara. Agora, com o terceiro parece que as coisas começam a tomar uma forma cada vez maior e mais potente daquela semente brotada em 2014, revelando assim uma árvore de possibilidades viva.

Glória como o próprio nome sugere, é uma exaltação pura, bem como um agradecimento. A energia viva e pulsante entre os arranjos típicos de culturas mediterrâneas, balcânicas e ciganas se mistura a uma espécie proto-Punk, na medida que são composições curtas, mas certamente capazes de despertar em nós uma faísca que, à medida que o disco avança, cresce em intensidade. Às vezes instrumental, às vezes com melodias envolventes, o grupo revela neste disco o melhor dentro das possibilidades que criou para si e, por mais que desejamos ficar dentro de nossas percepções, vale a pena se entregar à explosão desenfreada criada entre estas nove faixas.

Já invocando os metais quentes e a percussão pulsante, Canção Tonificante cumpre o que propõe e tira de nós uma alegria mesmo em um momento tão delicado quanto o atual. Montenegro (Marroquino do 5º Andar no YouTube) funciona como seu título, misturando as diversas referências, muitas vezes antagônicas entre si, tudo em prol de um frenético e alucinante hino. Com timbres mais suaves e um ritmo sossegado, Santoro é a típica cantiga tradicional, cuja melodia é certa de ficar grudada no fundo de sua cabeça por um bom tempo. A música que dá título ao disco é quase um Blues dentro de sua melancolia e da melodia vocal, mas que logo retoma o ritmo apressado característico da banda. Por fim, o imortal e célebre hit do YouTube Tunak Tunak Tum (também conhecido vulgarmente por Tônico com Guaraná) é a detonação total e geral do que resta de nós mesmos, não economizando na barulhenta percussão e do hipnótico vocal.

Este é o maior trabalho do grupo até então. Não só pela qualidade da produção, mas pela ambição e o talento de de conseguir juntar tanta coisa junta em um mesmo lugar. O grupo consegue iniciar dentro de nós uma espécie de revolução, e este disco é o estopim definitivo.

(Glória em uma faixa: Balabanian)

Bom para quem ouve: Orquestra Brasileira de Música Jamaicana , Mawu , Bixiga 70

Artista: Grand Bazaar

Marcadores: Étnico, Música Cigana, Folk