Au Revoir Simone + Cibo Matto, Cine Joia, São Paulo, SP

Cine Joia

BBBba
Au Revoir Simone + Cibo Matto, Cine Joia, São Paulo, SP
Fernando Galassi/Monkeybuzz

Fazer shows em sexta-feiras ou sábados parece ser cada vez mais difícil, seja pela disponibilidade do local ou pela impossibilidade de coordenar a agenda da banda. Quando se trata de bandas internacionais, isso complica um pouco mais. Por isso, às vezes tem saído umas datas bizarras do tipo: quarta-feira à meia noite, terça-feira às dez da noite. A última edição do Popload Gig bateu um recorde na esquisitisse do horário, sendo que Au Revoir Simone e Cibo Batto tiveram um domingo a noite para mostrar o seu talento. O mais curioso é que, por mais que o dia não fosse dos melhores, isso não impediu que um público pequeno, porém fiel, aparecesse para prestigiar o trabalho de ambas as bandas.

Pontualmente às 22h, as três belíssimas garotas que compõem Au Revoir Simone subiram ao palco do Cine Joia para entoar os primeiros acordes de sintetizadores da dançante Gravitron. pertencente ao novo e melhor disco delas, Move In Spectrums, sendo que a maioria de suas músicas foram reproduzidas no decorrer da apresentação. A presença de palco das integrantes não era das mais agitadas, mas, dentro de sua timidez e de sensuais movimentos de dança, elas conseguiam transmitir uma energia boa para seus fãs, sejam eles alucinados pelo trio ou apenas pessoas que vieram para conhecer a banda.

O setlist foi bem construído na medida que nós tinhamos exemplos das duas facetas de Au Revoir Simone. O Synthpop bem construído e articulado que agitava bastante o público, evidenciado nas faixas Crazy, Just Like A Tree e The Lead Is Galloping, conseguia mostrar ao mesmo tempo a sensualidade e a graciosidade das garotas. Já o Dream Pop hipnotizante, principalmente percebido no último disco, relaxava todos presentes fazendo-os entrar em transe. Faixas como Boilling Point, We Both Know e Hand Over Hand deixavam bem claro que as três garotas sabem controlar cada mínimo detalhe deste gênero proporcionando assim, uma experiência completa e que não teve nenhum problema de som. Uma pena que o Cine Joia não lotou, pois é um talento que vale a pena gastar uma grana para ver suas apresentações.

Depois de montado o palco, que já chamava a atenção por ter um contrabaixo acústico, uma bateria e uma porrada de equipamentos eletrônicos (alguns dos quais não se podia ter a mínima ideia da função), subiu ao palco o duo Cibo Matto, cujas primeiras palavras não foram direcionadas ao público, mas ao técnico de som, entoando em bom som “Check, check…”. A banda parecia ter alguns problemas de som durante a execução de suas músicas, a maioria do novo disco Hotel Valentine. Contrabaixos com volume fraco e a tecladista se confundindo um pouco na hora de deixar programada toda sua parafernalha eletrônica foram os problemas mais gritantes, mas isso pareceu ser apenas audível na primeira música, pois depois a coisa mudou.

A dupla se comunicava relativamente pouco com público, porém a recíproca não era verdadeira. Os presentes faziam questão de gritar e chamar a atenção das duas a todo custo, sendo possível escutar berros de “maravilhosas” ou rodinha de danças nos cantos do Cine Joia. Este foi um dos pontos altos do show, afinal, fazer alguém dançar àquela hora de um domingo à noite não é para qualquer um. O repertório contou com a conhecida homenagem ao Brasil com a versão da banda para a famosa Águas De Março, de Tom Jobim. Entre esta mistura de experimentalismo e groove, Cibo Matto conseguiu continuar o clima agitado que permanecia da mente das pessoas depois que Au Revoir Simone saiu do palco, ou seja, foi uma boa noite para quem desejava ouvir música boa.

Artistas: Cibo Matto, Au Revoir Simone

Marcadores: Popload Gig