Thiago Pethit - SESC Pinheiros, SP

SESC Pinheiros, SP

BBBBa
Thiago Pethit - SESC Pinheiros, SP
Alexandre Eça

Luzes fortes, banda completa e casa lotada: A estreia de Rock’n’Roll Sugar Darling nos palcos ficou marcada pela expansão que as músicas possuem ao vivo e pela performance de um Thiago Pethit cada vez mais à vontade no decorrer de um verdadeiro espetáculo.

Após a mesma introdução com Joe D’Alesandro do disco, ele chegou chegando e, sem cerimônias, foi até a beira do palco para fazer gestos para que as mais de mil pessoas no teatro do SESC Pinheiros se levantassem e fossem até a frente. O clima de festa estava estabelecido.

A cada música, novos aplausos e gritos elogiosos do público. Tudo isso visivelmente encorajava o músico a se soltar mais, visto que apresentar músicas pela primeira vez ao vivo nunca é fácil. Quando ele finalmente falou, depois de várias músicas uma atrás da outra, mostrou ser o Pethit que já conhecemos de tantos outros shows, brincando com uma plateia que se faz cúmplice de suas composições (cantadas por muitos), de sua estética e de sua farra.

Na segunda metade, na hora de Save the Last Dance, todos testemunharam um “branco” do músico em algumas estrofes - “Normal, a música é nova, eu não lembro, gente” -, o que só deixou a apresentação ainda mais orgânica dali pra frente. Talvez fosse algo negativo que precisava acontecer pra tirar alguma tensão da frente, mas ele só se mostrou mais tranquilo para se entregar de vez ao show.

Uma sequência de Moon e Quero Ser Seu Cão, com direito a interlúdio bem percussivo, marcou o fim “oficial” do show, antes do bis, no ápice da noite. Não faltou Nightwalker, não faltou carinho de um enorme teatro lotado e fila para autógrafos no lado de fora. É um disco excelente que deve ficar melhor ainda com o tempo em seu formato ao vivo, mas vale a pena ver o quanto antes.

Artista: Thiago Pethit

Marcadores: SESC Pinheiros