10 Melhores Estreias de 2015

Saiba quais foram as estreias favoritas da redação do Monkeybuzz neste ano

2,870 total views, 2 views today

Nosso foco sempre foi e sempre será a novidade e nada mais importante do que reunir os dez artistas, sem ordem definida, que mais nos impactaram com seus trabalhos de estreia em 2015.

Ao final, reunimos algumas das melhores faixas dos 10 nomes em playlists no Spotify e no Deezer.

Thunderbitch

Thunderbitch

Apenas um lugar entre as listas do ano não bastou para Brittany Howard. Além de figurar entre os nomes mais importantes de 2015 com seu Alabama Shakes, o Rock rasgado e “guitarrístico” de Thunderbitch também nos impressionou com sua potência.

Leia nossa resenha para o disco Thunderbitch

Texto por Roger Valença

Natalie Prass

Natalie Prass

Uma voz angelical e arranjos orquestrados dignos das produções musicais da Disney marcam a estreia barroca de Natalie Prass. Comprovando sua eficácia como uma ótima compositora, a musicista escapa ao óbvio com a pujança de seu Chamber Folk.

Leia nossa resenha para o disco Natalie Prass

Texto por Roger Valença

Luiza Lian

Luiza Lian

A cantora lançou um disco que mistura letras sobre situações cotidianas (como em ​Ônibus Lotado​) e outras contendo reflexões e rimas espertas (​Me Tema​), cantadas com um timbre seguro que vai de menina à mulherão em poucas notas.

Leia nossa resenha para o disco Luiza Lian

Texto por Leandro Reis

Peartree

Peartree

O músico paulistano Felipe Pereira conseguiu com seu projeto dominar um estilo muito bem estabelecido nos últimos anos. Peartree representa a simplicidade da música Pop e prova que apesar de as ferramentas mudarem ao longo das décadas, a emoção que a boa música nos proporciona continua sempre a mesma.

Leia nossa resenha para o EP Intro

Texto por Lucas Repullo

Dônica

Dônica

Incorporando os melhores aspectos da geração Pós-MPB, Dônica abraça sem medo a polissemia rítmica e temática para exprimir a brasilidade contemporânea. O frugal, a beleza, a poesia do cotidiano e a super elaboração dos arranjos convivem em harmonia.

Leia nossa resenha para o disco Continuidade Dos Parques

Texto por Roger Valença

Duda Brack

Duda Brack

Em um misto de interpretação com releitura, Duda Brack mostrou seu talento enquanto melhor representante de seus sentimentos. Com uma voz marcante e um disco forte, a cantora nos fez sentir na pele, não só o que ela gosta, mas o que realmente sente.

Leia nossa resenha para o disco É

Texto por Leandro Reis

Sara Não Tem Nome

Sara Não Tem Nome

A mineira tem um magnetismo muito natural em sua personalidade que inevitavelmente acaba escorrendo para suas músicas. Sua voz lembra uma Mallu em começo de carreira, porém muito mais segura, e suas letras são de uma honestidade tremenda.

Leia nossa resenha para o disco Ômega III

Texto por Leandro Reis

Ventre

Ventre

Elaborada sem pressa, a estreia do grupo carioca marca o nascimento de uma das bandas de Rock mais interessantes do cenário nacional. O trio carioca compensa suas faixas repletas de dor e ruído com com o calor de suas constantes metáforas corporais.

Leia nossa resenha para o disco Ventre

Texto por Roger Valença

Kamasi Washington

Kamasi Washington

Um nome que não nos deixou dúvida de seu talento para a criação de composições intensas e monumentais dentro do Jazz. O músico provocou reações extremamente positivas entre grandes nomes do gênero e sua relevância certamente se encontra consolidada.

Leia nossa resenha para o disco The Epic

Texto por Lucas Cassoli

The Mozões

The Mozões

Coletivo alagoano representa a efervescente cena musical no estado e surpreende pela maturidade encontrada logo nos primeiros acordes. Prova que a juventude nos ensinou muitas coisas no ano e nos faz aguardar otimistas pelo que ainda virá.

Leia nossa resenha para o disco The Mozões

Texto por Gabriel Rolim

Playlists

2,871 total views, 3 views today

Autor:

Nerd de música e fundador do Monkeybuzz.