A produção misteriosa de Fett Burger

Um dos chefões do delicioso selo de House norueguês Sex Tags Mania não dá entrevistas ou faz fotos

824 total views, 3 views today

Até cogitamos ir atrás de uma entrevista com o produtor norueguês, mas imaginávamos altas chances de jamais acontecer. Fett Burger não dá as caras nem para fotos. As raras imagens dele publicadas na Web se encaixam em duas categorias. A primeira: Fett está praticamente camuflado ao lado de vários DJs. A segunda: a foto está absurdamente distorcida.

No seu perfil do Facebook, o cara é papo reto: ele não utiliza a rede social, a página é controlada por profissionais de mídia. Se alguém resolver mandar um inbox, boa sorte. Já é previamente avisado de que não existe garantia nenhuma de resposta. Aceita.

Se o caso é de antipatia ou faz parte do personagem todo esse mistério, tanto faz. Você nem lembra disso quando ouve uma das diversas produções assinadas por Fett Burger.

Um dos organizadores do selo Sex Tags Mania, que existe desde 2004, ele é mestre quando o assunto é costurar melodias entre batidas 4/4 bem ao estilo House de Chicago. Mas o cara mora na Noruega, o que torna tudo ainda mais inusitado. Fett Burger é atração do Night Program do Dekmantel Festival São Paulo, deve tocar das 3h até 6h na Área 3.

Existe uma única entrevista feita pelo DJ Finn Johannsen com Fett, na qual temos algumas pistas. No caso, ele só aceitou conversar pois o tema era o disco Homework, clássico do Daft Punk, adorado pelo norueguês desde a infância, marcada por dias ouvindo rádios FM locais.

No papo, ele reclama da atual cena de EDM, que considera lixo, pois daria para ser Pop com Eletrônica de qualidade. Vale dar uma lida nessa entrevista.

O que sabemos sobre Fett? Além de usar uma arte de um simpático mascote em formato de hambúrguer, Fett toma conta da rádio online Trushmix, ao lado do DJ L. A. Morillo.

Desde 2015, ele mantém um selo com Jayda G, outra atração do festival neste ano.

Conhecido pelo nome de Freakout Cult, os releases da label são doses inflamáveis de House, que dão a sensação de viajar para os primórdios do estilo musical. Outro guia para pepitas houseiras é o selo Sex Tags, no qual Fett também está envolvido.

Nos lançamentos, há gente do quilate de Ellen Allien, Palms Trax, Telephones, AND.ID, Jacques Renault, Marquis Hawkes, Telephones, Deetron, Ryan Elliott, Henning, Ryan Elliott, Roman Flügel, Pär Grindvik, Eli Verveine e mais de 150 grandes artistas.

Mas Burger deve ser um cara legal. Dá para sacar pelas parcerias sonoras. Ele criou tracks e divide, muitas vezes, a discotecagem com Jayda G, Luca Lozano, Telephones ou Stilleti Ana, além de lançar uma turma de DJs que sabem fazer uma pista inesquecível.

825 total views, 4 views today

Autor: