Cage The Elephant – Loucura em Palco

Shows da banda pelo Brasil prometem ser melhores e mais malucos do que os anteriores

1,666 total views, no views today

Fotos: Eric Gebhart

Se tem uma palavra que pode definir a carreira de Cage The Elephant até hoje, esta palavra é “loucura”. Já tivemos essa primeira amostra de insanidade em suas primeiras obras, nas quais fomos apresentados a uma sonoridade que misturava tanta coisa que era impossível se manter são ao escutá-la. Depois, a banda nos enlouqueceu com sua performance na primeira edição do Lollapalooza Brasil, em 2012, que deixou todos agitados e novamente insanos. Aí, no ano passado, a banda lança seu terceiro (e melhor) disco, cuja principal matéria prima das letras e arranjos é, nada mais, nada menos, do que a própria loucura, dando origem ao incrível Melophobia. Acho que só aí já dá para dizer que este é um dos shows mais aguardados desta nova edição do festival!

Como dito antes, um show da banda é imprevisível. Em 2012, no Brasil, o vocalista Matt Shultz disse durante o show: “Eu nunca fui tão violentado em toda minha vida, e acho que alguém tentou roubar minha carteira”. Além disso, o baterista não conseguiu terminar o setlist, pois estava passando mal, seja lá qual foi a origem deste mal estar. Mas, entre todos estes infortúnios e imprevistos, o show da banda ficou entre um dos melhores daquele dia (quiçá, um dos melhores dentre estas duas edições que tivemos até então). A energia que Matt e sua trupe passam durante a execução de suas músicas é algo louvável e digno de ser prestado atenção e sentido. Porém, há uma particularidade deste futuro show que indica que o que ocorreu em 2012 pode ser superado. E o fato é que: tudo será maior.

Não estamos nem falando da estrutura do evento que, como prometido pelos organizadores, será cinco vezes maior do que as edições realizadas no Joquei Club. A banda está mais madura e com (muito) mais fãs. O sucesso que Come A Little Closer (faixa do novo disco) trouxe para a banda foi muito grande, e portanto, teremos pelo menos cinco vezes mais fãs alucinados. Mas aí alguem pode perguntar: e desde quando mais é melhor? Realmente, pode parecer que esta ideia de que muitos fãs seja algo maléfico (menos espaço, mais bagunça). Porém, quando lidamos com bandas como Cage The Elephant, Gogol Bordello e METZ, a energia que a banda transmite ao fãs é tão forte que faz com que a plateia seja um mar de emoções positivas e malucas, por isso, neste caso, mais é melhor!

Caso você não possa comparecer ao festival, a banda facilita a sua vida em uma apresentação a parte no Cine Joia, o que pode ser uma ótima opção, pois, embora haja um espaço menor, o setlist pode vir recheado de brindes que a apresentação durante o Lollapalooza pode não ter. Podemos esperar um set equilibrado: várias músicas antigas estarão dentro, porém, o foco é divulgar o novo disco. De qualquer maneira, depois dos headliners, é um dos shows mais aguardados desta edição!

1,667 total views, 1 views today

MARCADORES: Aquecimento

Autor:

Designer frustrado, julgador de capas de discos e odiador daqueles que põem o feijão antes do arroz.