Kings Of Leon volta mais maduro ao Brasil

Após hiato de quase um ano, a banda fez um bom show que surpreendeu pela empolgação rara em seu histórico e contou com o maior público do festival

 3,407 total views

Era realmente difícil saber o que esperar do show que encerraria o palco principal do Planeta Terra 2012. Muita gente não entendeu a escalação do Kings Of Leon como headliner do festival e não faltavam motivos para tal desconfiança. A banda veio há menos de dois anos ao país, estava há quase um ano sem fazer shows por motivos pessoais do vocalista Caleb e ainda não é nenhuma unanimidade mundial, principalmente após o lançamento de seus dois últimos discos que foram sucessos de vendas e desastres de críticas.

Porém, a banda soube como agradar os presentes que formavam o maior público da noite. Entre fãs e não fãs, as faixas de seus dois primeiros discos são algumas das poucas unanimidades quando falamos dos rapazes do Tennessee. Foi assim que eles decidiram abrir a apresentação, com uma trinca saudosista formada por Molly’s Chamber, Taper Jean Girl e Four Kicks, animando até os mais céticos.

Durante quase todo o show, a banda mostrou uma ótima qualidade técnica e uma empolgação rara em suas famosas apresentações sem sal. Toda a felicidade que ficava nítida a cada interação de Caleb ou em seus pequenos deslocamentos pelo palco para tocar sua guitarra cheio de energia, foram recebidos calorosamente pela multidão. Muito dessa animação veio de estarem voltando a fazer algo que nitidamente amam e também da empolgação do público que pelo menos nas proximidades do palco, não pareciam se importar com qualquer um dos pontos negativos citados no início à respeito da escalação da banda.

Fazendo uma comparação inevitável com a apresentação de 2010 no SWU, era nítido o quanto a banda estava mais conhecida, um pouco pela diferença de perfil dos dois festivais e também pela fama que o Kings Of Leon foi ganhando desde então. Nesse sábado, praticamente todas as faixas foram cantadas em coro pelo público, deixando muitas vezes a banda incrédula e com Caleb interagindo em diversos momentos para dizer o quanto estava feliz com a energia dos fãs.

Além das três faixas que iniciaram o setlist, destaque para Back Down South que ficou muito bonita em sua versão ao vivo. Obviamente, os hits Sex On Fire e Use Somebody foram os auges da apresentação, assim como em 2010, com a diferença de que naquela época, essas foram as únicas faixas acompanhadas em peso pelo público.

A avaliação final é que os Followill se acostumaram com o sucesso. Independente de qualquer julgamento qualitativo de sua obra, eles se tornaram muito famosos em um extremamente curto espaço de tempo e a banda que vinha tocando até então, era formada por garotos ainda deslumbrados com o sucesso. Quem já era fã, aproveitou o show como nunca, quem não era, não passou a ser. Se compararmos com o restante do festival, o show foi apenas bom, mas se compararmos com as apresentações anteriores da própria banda, esta foi excelente.

Nota: 4/5

Crédito da foto: Mariana Pekin

 3,408 total views

ARTISTA: Kings of Leon
MARCADORES: Planeta Terra 2012

Autor:

Nerd de música e fundador do Monkeybuzz.