Lana Del Rey: Escalação Sentimental para o Lollapalooza Brasil 2018

Show da cantora no domingo, 25 de março,

1,217 total views, 2 views today

O Lollapalooza Brasil possui uma louvável tradição de trazer aos seus palcos algumas mulheres de obras de forte impacto. Foi assim com Lorde ainda na fase Pure Heroine, com Ellie Goulding dançando loucamente, com St. Vincent e sua estética deslumbrante, com Halsey e Melanie Martinez representando um novo Pop, com Marina and the Diamonds em uma nova definição de “diva” e, é claro, com Florence + The Machine em um dos melhores shows que o festival já realizou. Em 2018, o cargo, a honra e a responsabilidade de assumir o posto ficaram com Lana Del Rey.

Não que ela seja a única mulher de respeito no fim de semana – pelo contrário, o festival terá Mallu Magalhães, Tiê, Zara Larsson, Tash Sultana e Mahmundi, entre outras -, mas é a que chega com status de headliner, além de esbanjar personalidade para não ter nenhuma outra apresentação ao longo do festival que se confunda, ou mesmo se compare, com a dela.

Seu som é bem aquilo que conhecemos, um Pop contemporâneo nas batidas e embasado em uma época de glória da música norte-americana, radiofônica e romântica, da qual só ouvimos falar e imaginamos como deve ter sido. São canções de amor grandiosas que ficarão bem no último dia de Lolla (25 de março) como um respiro sentimental em meio a atrações como Metronomy, Sofi Tukker e The Killers, que causarão respostas bem diferentes no público.

Outro aspecto que faz com que Lana seja uma atração tão bem escalada para o início de noite do domingo é ela estar estrategicamente posicionada entre os shows de Tyler, The Creator e Wiz Khalifa. Como seu som traz também bastante influência das estéticas de hoje em dia, entre elas as batidas do Hip Hop (como seu Lust for Life mostra), ela servirá como uma ótima adição ao roteiro de quem for atraído por esses nomes.

Acima de tudo, porém, Lana Del Rey cumprirá a mesma função que artistas como The National, que é a de trazer uma música que toque fundo em sem público, de forma que faça a merecer, acima de qualquer popularidade, sua presença entre as maiores atrações do Lolla 2018, do tipo que gera uma multidão com camisetas e tatuagens que honram a cantora, todos muito ansiosos para cantar, com toda a alma, sucessos como Love, Honeymoon e Summertime Sadness.

1,218 total views, 3 views today

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.