Momentos inesquecíveis do Pitchfork Festival

Entre excelentes shows, o que fica são pequenos minutos que você lembrará para sempre

 1,679 total views

Fotos: Foto por Matt Lief Anderson

(Não deixe de ver também a nossa cobertura no Instagram (@monkeybuzz_) que rolou durante o festival)

Earl Sweatshirt gravando um snapchat

Earl Sweatshirt é praticamente um rapper humorista. Seu show foi bastante divertido e musicalmente excelente, mas sem dúvida o que vai marcar sua passagem por Chicago é o momento em que parou o show para gravar um Snapchat do público gritando a frase sem sentido e totalmente fora de contexto “Hot soup in my motherfucking balls”. Todos riram muito e, obviamente, obedeceram, registrando aquele momento bizarro para sempre.

Neutral Milk Hotel – Oh Comely

Sem dúvidas, a faixa mais emocionante da apresentação. No disco, com seus mais de oito minutos, uma letra emocionante e uma crueza melódica rara, já sentimos todo o poder da faixa, mas ao vivo, encerrando um show épico, numa bela noite de Chicago, com Jeff Mangum iniciando a faixa sozinho e a banda entrando conforme a necessidade da música, foi realmente inesquecível.

Grimes – Go

Confesso que não havia me empolgado com a nova faixa de Grimes, mas ao vivo tudo mudou. A faixa é de longe a mais dançante e animada da cantora e foi talvez o momento mais divertido e catártico de todo o festival. Grimes amadureceu muito como cantora e melhorou significativamente sua presença de palco, fazendo um dos melhores shows do festival.

Kendrick Lamar – mAAd city

A faixa mais agressiva do disco good kid, m.A.A.d city foi a mais empolgante da apresentação do rapper. Excelente para ser cantada junto e para extravasar as emoções, Kendrick ainda fez questão de repetir o refrão com a plateia diversas vezes, fazendo desta uma das melhores faixas que pudemos ouvir no final de semana.

Majical Cloudz quebrando o teclado

A estranheza de Majical Cloudz se potencializou no momento em que o teclado de seu produtor quebrou. Bastante abalado, mas querendo continuar da melhor maneira possível, Devon Welsh comandou uma contagem regressiva para seu colega de palco jogar o teclado quebrado com força no chão antes de continuar a segunda metade do show apenas com sua potente voz.

Real Estate – It’s Real

Uma das faixas mais deliciosas, perfeita para cantar junto, de uma das bandas mais curingas em qualquer festival. Real Estate fica bom em qualquer momento, em qualquer clima e durante o excelente show que fizeram nesta edição do festival de Chicago, It’s Real foi um dos momentos mais marcantes.

 1,680 total views

Autor:

Nerd de música e fundador do Monkeybuzz.