Portugal. The Man e suas Multifaces Invadirão o Autódromo

Público pode esperar várias referências e estilos de uma maneira bem orquestrada no que promete ser um dos grandes shows do dia

1,575 total views, no views today

Mesmo não sendo um dos nomes em tamanho maior no cartaz do Lollapalooza deste ano, Portugal The Man é grande como atração. Apesar de não ser uma banda que atraia massas, como os headliners do festival, há a certeza de que irá fazer tanto os que já conhecem seu show ficarem ansiosos para as 17 horas do primeiro dia, quando irá fazer os que por ali estiverem passando não se arrependerem de dar a John Gourley e companhia pouco mais de uma hora de sua atenção.

Formada em Wasilla, Alasca – mas residente em Portland, Oregon -, o quarteto (em versão ao vivo ganhando alguns outros membros) promete ser o nome de um dos shows mais inesperados, e cheio de surpresas, do festival. Trazendo em seu DNA multifaces, Portugal. The Man possui uma discografia diversa na qual a cada lançamento surpreende os fãs com diferentes referências que vão desde o Rock Progressivo, passando pelo Psicodélico, o Folk e até um Pop grandioso, além de incluir instrumentos além do Rock, como violinos, violoncelos e saxofone em algumas de suas apresentações.

Mesmo com tamanhas variações estilísticas, a banda consegue fazer, do que podia ser uma confusão musical no palco, uma verdadeira fusão intensa de emoções e sentimentos muito bem amarrada e regida, que irá agradar aos fãs de música e de shows que fogem de comum e que mergulham em uma metamorfose sonora.

Assim sendo, Portugal. The Man é um show maximalista em que um turbilhão de sons e referências irão passar pelos olhos e ouvidos do público, que com certeza irá lembrar de bom grado a apresentação dos rapazes, e até mesmo podendo se tornar a nova banda favorita de alguns.

1,576 total views, no views today

MARCADORES: Aquecimento

Autor:

Marketeiro, baixista, e sempre ouvindo música. Precisa comer toneladas de arroz com feijão para chegar a ser um Thunderbird (mas faz o que pode).