Robert Plant – Um Ícone Vivo

Sua voz e idade podem não ser mais as mesmas, mas vocalista promete trazer seu Rock de Arena ao festival

1,732 total views, no views today

28 de março | 18h20 – 19h35 | Palco Skol

Ouvir o nome Robert Plant normalmente nos remete sempre ao icônico grupo, Led Zeppelin, provavelmente um dos atos de Rock & Roll mais importantes de todos os tempos. No entanto, eles não são a mesma coisa e, antes que você tenha expectativas erradas de sua esperada apresentação no Lollapalooza Brasil, vamos te mostrar alguns elementos para te aquecer para este que é sim um verdadeiro show de Rock.

Space Sensational Shifters

Após o término do grupo, Robert Plant começou a se envolver e absorver muito da World Music, demonstrando interesse nos outros tipos de som que podemos ouvir pelo mundo. Foi assim que, durante sua carreira solo e grande parte dos seus projetos, bebeu dessa fonte, trazendo às vezes uma certeza estranheza para seus fãs de longa data que esperam performances roqueiras do músico. No entanto, a sua banda de apoio (Space Sensational Shifters, que esteve presente em seu último show no Brasil) sabe trazer estes elementos à sua apresentação de uma forma muito mais contemporânea que o clichè do estilo às vezes ostenta, além de provavelmente ser a formação mais roqueira que o acompanha em muito tempo. O resultado desta parceria, no entanto, ganhou os nossos ouvidos no ano passado com o disco Lullaby and the Ceasless Roar, que deve dar o tom de sua apresentação e que, por si só, já valeria o ingresso do seu show, pois é um dos melhores trabalhos de Plant em anos.

Led Zeppelin

Justamente por estar em outro momento de sua carreira, quando Plant se apresenta, ele procurava sempre apresentar material novo e às vezes “se esquecer” de tocar grande os sucessos de seu Led Zeppelin – não se esqueça, seus shows são solo e não do finado grupo britânico. No entanto, os repertórios de suas apresentações recentes mostram que o vocalista está retomando os grandes sucessos e se concentrasobretudo em hits de sua sua famosa banda, além de outros covers especiais. Por isso, espere pelo menos ouvir Black Dog, Ramble On, Rock and Roll ou Whole a Lot of Love.

Ele ostenta experiência

Esqueça o esbelto, magro e quase andrógeno Robert Plant que provavelmente causava alvoroço entre dez em cada dez pessoas em seus shows – inclusive marmanjos que estavam lá só pela música. O vocalista tem atualmente 66 anos e todo o uso intenso de sua voz (e, por que não, das drogas), o fez perder a potência de seu agudo latente, que fazia provavelmente qualquer um ficar de queixo caído ao vivo e o fez ser celebrado como uma das maiores vozes de todos os tempos do Rock & Roll. Robert já não tem mais tanta potência ou controle assim de seu instrumento de trabalho, mas isso não é necessariamente ruim, pois a adaptação de sua voz o fez criar um novo estilo próprio que tornou as versões de suas músicas antigas diferentes e extremamente interessantes. É como ouvir algo novo e com a presença de palco e espírito de uma lenda viva da história da música.

Rock de Arena

A definição de Rock de Arena surgiu basicamente quando Led Zeppelin realizou mais uma bem sucedida turnê nos EUA, mas, desta vez, em lugares ainda maiores para os verdadeiros fãs de Rock & Roll se deliciarem com solos de guitarra, baixo e bateria amplificados para milhares de pessoas ( como no filme The Songs Remains the Same). Robert Plant era quem conduzia toda essa galera que adorava barulho e distorção, logo, podemos ter certeza que, apesar de sua voz não ser mais a mesma, o vocalista será o frontman que todos esperam para comandar os seus fãs em um festival do tamanho do Lollapalooza, um dos maiores do Brasil.

Participações Especiais?

Recentemente, vimos que Robert Plant deu uma palhinha no show de Jack White na Argentina e a não coincidência de horários nos sugere que, desta vez, a parceria pode ser invertida, com o guitarrista participando do show de Plant. Como dois ícones do Rock no primeiro dia do Lollapalooza, não podemos mais do que torcer por uma repetida parceria entre ambos.

Não existe motivo para não ficarmos empolgados com a apresentação desse lenda viva Rock & Rol e certamente a preparação correta deixa as expectativas de acordo com a realidade de um senhor que, se não tem a mesma voz de outrora, tem a mesma presença de palco e espirito roqueiro que esperamos. Imperdível.

Lolla

1,733 total views, 1 views today

Autor:

Economista musical, viciado em games, filmes, astrofísica e arte em geral.