Savages: Execução Perfeita de Post-Punk de Gente Grande

Grupo britânico confirma os holofotes ganhos agora em versão ao vivo

 1,924 total views

Uma das revelações do ano passado, a banda britânica Savages se tornou um ponto de interesse de um número considerável de pessoas no Palco Interlagos na tarde de domingo. Mesmo dividindo atenção com Vampire Weekend, que tocava em outro palco poucos minutos após sua apresentação se iniciar, o quarteto conseguiu arrastar uma boa legião de fãs e curiosos para apresentar seu Post-Punk intenso e de gente grande.

Visto que a banda possuiu apenas um disco, foram as principais canções deste trabalho, como a entorpecente I Am Here – responsável pela abertura – , a energia fugaz do baixo de Shut Up e a força lírica de Hit Me, entre outras, que ditaram o setlist da aprensentação que durou uma hora. O show ganharia também Flying to Berlin – canção do EP do grupo – além de uma nova música, I Need Something New.

Tudo muito bem executado, Savages mostrou ser uma banda além-estúdio e que consegue, através de ótima presença de palco de Jehnny Beth, que – além de arrancar aplausos efusivos com suas apresentações de extensões vocais – chamou a atenção pelas várias frases em português. Além da questão vocal, a parte instrumental também se mostrou sólida e muito bem colocada em prática em versão ao vivo.

Ao fim, Fuckers , música do primeiro EP do grupo – e que teve seu refrão traduzido de maneira literal por Jehnny -, foi a resposável por fechar a excelente apresentação, sem erros ou exageros, das garotas cheias de atitude.

O resultado foi um ótimo cartão de visitas, agora pessoalmente entregue, para o público brasileiro, que se já se encantava pelas garotas do Savages em versão disco e notou ainda mais o valor nos prêmios de revelação e percebeu também que elas vão longe e – como pode ter sido tirado de tira gosto pela nova faixa – andando na mesma qualidade do primeiro disco.

 1,925 total views

ARTISTA: Savages

Autor:

Marketeiro, baixista, e sempre ouvindo música. Precisa comer toneladas de arroz com feijão para chegar a ser um Thunderbird (mas faz o que pode).