Sete Vozes que Marcarão o Lollapalooza Brasil 2018

Além dos beats e instrumentos, alguns cantores têm tudo para brilhar no festival

1,006 total views, no views today

Não é à toa que vocalistas costumam ser os ícones de suas bandas. A voz, elemento indissociável do rosto de quem canta, é o que mais estabelece conexões com o ouvinte, de forma que reconheçamos o grupo musical não como uma entidade sonora, mas como um trabalho feito por pessoas.

Quando lembrarmos no futuro do Lollapalooza Brasil 2018, certamente serão essas vozes que marcarão nossas memórias sobre o festival e tornarão os shows, e todo o fim de semana, inesquecíveis. Conheça sete delas.

Aurora

A norueguesa foi escalada após o cancelamento de Tyler, The Creator e chegará ao festival na difícil missão de encantar um público que não esperava vê-la, algo que seu vocal meio conto de fadas, meio cru dará conta de cumprir com louvores. Com a ajuda de uma simpatia sempre presente, é sua voz que preenche todo o espaço, fazendo crescer a figura miúda da cantora. Ela se apresenta no domingo, 25, às 18h20 no Palco Axe.

Mahmundi

Marcela Vale é instrumentista e produtora de mão cheia, mas classificá-la também como “cantora” é inevitável depois de ver algum de seus shows. Dona de um timbre sempre muito agradável, ela brilha em músicas como Quase Sempre, Eterno Verão e Azul, faixas que devem estar no repertório de sua apresentação, que acontecerá no domingo, 25, às 12h30 no Palco Axe.

Chance the Rapper

O rapper possui uma voz que, à primeira vista, parece até meio “comum”, mas você logo percebe que ela é mais aguda aqui do que esperava, um pouco mais diferente ali e sempre muito cheia de personalidade. Melhor ainda é perceber como ele sabe usar essas características a favor de suas músicas, seja quando faz Rap ou quando canta mesmo. Ele se apresentará na sexta, 23, às 18h30 no Palco Budweiser.

Anthony Kiedis

Querendo ou não, nós todos crescemos meio que ouvindo Red Hot Chili Peppers e conseguimos reconhecer Kiedis e seu vocal de longe. Em uma banda conhecida por seus exímios instrumentistas, o cantor consegue se manter em destaque com uma interpretação de grande entrega e um timbre vocal familiar a todos, mesmo nas músicas mais recentes. O grupo toca na sexta, 23, às 21h10 no Palco Budweiser.

Lana Del Rey

Lana é presença, Lana é atitude, Lana é estética, Lana é “queria estar morta” e Lana é uma diva atemporal que reúne o que o presente e o passado possuem de melhor na música Pop ou não tão Pop assim. Acima de tudo, ela é uma cantora com um timbre de voz bastante característico, agradável e envolvente, responsável por grande parte de seu sucesso. Neste Lolla, ela toca no domingo, 25, às 19h25 no Palco Onix.

Liniker

Não é à toa que a cantora dê nome à sua banda – Liniker e Os Caramelows -, já que sua figura ficou conhecida pelo vozerão que interpreta suas ótimas canções e, a partir disso, o projeto se formou ao seu redor. Quem só ouviu falar, mas nunca testemunhou a experiência que é ouvir seu vocal ao vivo, a chance acontecerá no sábado, 24, às 13h15 no Palco Onix.

Eddie Vedder

É difícil falar de vocalistas no Lollapalooza Brasil 2018 sem citar seu mais icônico. Vedder marcou época nos anos 1990 com Pearl Jam e seu papel no movimento Grunge, sendo ainda hoje um dos pontos altos de um Rock “intermediário”, que não é nem novo, nem clássico o suficiente, porém sempre muito impactante – em parte pelo vocal de Eddie. O grupo se apresenta no sábado, 24, às 21h no Palco Budweiser.

1,007 total views, 1 views today

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.