A Beleza Amarga de “Saturdays = Youth” do M83

Composto por singles que se tornaram alguns dos mais famosos do M83, álbum traz em si uma essência amarga ao mesmo tempo que bela e poética

 3,969 total views

Sabe aquele disco lançado há algum tempo que você carrega sempre com você em iPod, playlist e coração, mas ninguém mais parece falar sobre ele? A equipe Monkeybuzz coleciona álbuns assim e decidiu tirar cada um deles de seu baú pessoal e trazê-los à luz do dia. Toda semana, damos uma dica de obra que pode não ser nova, mas nunca ficará velha.

M83 – Saturdays = Youth

Posso dizer que esse é um dos discos mais bonitos que já ouvi. Se no início de sua carreira, M83 trazia consigo uma musicalidade bem apegada ao Electropop, com o passar dos álbuns, o som dos franceses foi ficando cada vez mais humanizado e melódico. E é assim, com essa carga sublime, com vocais cheios de uma beleza que oscila entre o triste e o delicado, que temos o ótimo Saturdays = Youth.

Antecedendo o álbum de maior sucesso do M83, Hurry Up, We’re Dreaming, de 2011 – que é considerado por muitos como o melhor da carreira do grupo – igualmente bom, lançado no início de 2008, Saturdays = Youth é de uma beleza quase ímpar na carreira da banda e é recheado de músicas transcendentes e de letras (quando existem) de um apelo emotivo que beira uma angústia poética.

Tal sensação tem como melhor exemplo o single Graveyard Girl, uma das mais líricas obras da banda e que narra a história de uma jovem garota de quinze anos que vive em conflitos internos e vê o cemitério como sua casa e a morte como uma válvula de escape. Entretanto, apesar do forte tema, os Gonzalez conseguem o faze o que sabe de melhor – poetizar. O resultado é uma beleza cinza e melodiosamente contagiante, e que pode ser literalmente vista no verso de Dark Moves of Love”, que diz “Everything is wrecked and gray/I’m focusing on your image/Can you hear me in the void?*”(“Tudo está destruído e cinza/Eu estou focando em sua imagem/Você pode me ouvir nesse vácuo?”).

Kim & Jessie, Couleurs e We Own the Sky – uma das canções mais famosas da banda – completam a tríade de singles, que são apenas a cereja do bolo de um álbum com uma ótima produção, identidade, e um acerto na medida de apresentar a beleza do amargo, que fecha com a megalomaníaca em duração, mas minimalista em execução Midnight Souls Still Remain com seus onze minutos de transe, daqueles para se ouvir de olhos fechados e se deixar atingir pela alma.

Saturdays = Youth é uma obra prima. Um disco arrebatador de espírito e uma terapia em forma de álbum.

 3,970 total views

ARTISTA: M83
MARCADORES: Fora de Época

Autor:

Marketeiro, baixista, e sempre ouvindo música. Precisa comer toneladas de arroz com feijão para chegar a ser um Thunderbird (mas faz o que pode).