A Jornada Pela Calma de Active Child

Ambicioso projeto de Pat Grossi se destaca por trazer uma nova concepção de “discos relaxantes”, mostrando uma obra que transcende os limites impostos por gêneros

2,319 total views, no views today

Quando pensamos em música como forma de relaxamento, opção é o que não falta. Escapar da realidade e esquecer seus problemas, na verdade, é um dos motivos mais comuns que levam as pessoas a ouvirem música e, a partir do momento que tomamos para nós mesmos a decisão de escapar da realidade por alguns momentos evitando as complicações de nossa vida, somos surpreendidos com outro problema: o que escutar? Hoje, vamos dar uma opção que quase sempre costuma estar na lista de “discos refúgio” dos escapistas e que, se não está, agora é a chance perfeita para conhecer esse incrível projeto. Estamos falando de Active Child.

O responsável pelo projeto é Pat Grossi, um americano que cresceu cercado pela música erudita, dominando mais tarde a harpa como seu instrumento preferido. Desta forma, muito do passado do produtor é colocado em suas composições, criando uma mistura que se destaca entre os nomes da Chillwave (gênero mais próximo que se pode enquadrar a interessante mistura que ele propõe). Active Child é um projeto relativamente recente, tendo 2010 como o ano dos primeiros registros. Mas, mesmo com poucos discos em sua história, o projeto mostrou-se bastante ambicioso e promissor.

Pat lançou dois EPs antes de firmar o seu primeiro álbum completo de estúdio. Embora os dois sejam ótimos, a dica é que, se você não conhece absolutamente nada de Pat Grossi, comece escutando o registro Curtis Lane, de 2010. O EP é construído de tal forma que a introdução à proposta do projeto seja, embora curta, íntegra e precisa. O famoso “What you see is what you get”. Começando com uma de suas composições mais conhecidas e bela (Im In Your Church At Night), ouvimos uma das razões da calma que suas obras nos dá: sintetizadores suaves e encaixados na medida certa em um linha rítmica que, ainda que possa ser dançada, não distrai o ouvinte de seus temas principais. Na verdade, esse é o forte de Active Child: nada na música distrai, evitando que você pense em outras coisas enquanto procura relaxar. Pode ser que uma linha de harpa ou um vocal mais harmonizado te chame a atenção, mas são digressões tão sutis que não comprometem a totalidade da percepção do EP. Vale lembrar que Pat Grossi consegue exprimir igual calma nos clipes, como o que ilustra essa canção. O novo EP do projeto, Rapor EP foi lançado recentemente, mostrando qualidades similares às destes antigos registros, sendo extremamente recomendada a audição dele (um dos melhores EPs do ano)

Depois de alguns “estudos”, no ano de 2011, foi a hora do projeto oficializar sua proposta com um álbum de estúdio, intitulado You Are All I See. Por ser um registro com mais faixas e, dessa forma, mais duradouro, a atmosfera criada é mais densa. É um disco que nos envolve bem mais que os primeiros, considerando que neste tanto os componentes eletrônicos (auto-tune, sintetizadores e reverbs artificais) como os instrumentos reais (harpa e voz) são mais explorados. Desta investigação, as sensações que temos do disco são bem mais extremas e opostas. Em resumo, você pega este disco com o intuito para relaxar, mas se depara diante de um espectro de reações bem mais amplo do que o da calma. A faixa Ancient Eye pode ao mesmo tempo te causar medo como sonolência (não por tédio, obviamente). Já Diamond Heart evoca tanto sentimentos de paz e alegria como liberdade e amplidão, devido ao uso dos reverbs (efeito que Pat domina com maestria). Vale a pena escutar a versão estendida do disco, que conta com releituras de outros produtores como Hanging On, remixada por White Sea.

Ouvir Active Child requer um preparo pois, por mais que você vá relaxar ouvindo seus discos, você nunca sabe de que maneira isso vai ocorrer. Se será algo suave ou abrupto, cabe a você se aventurar por essas faixas, afinal a recompensa é grande: uma dose de calma difiícil de encontrar por aí.

2,320 total views, 1 views today

ARTISTA: Active Child
MARCADORES: Conheça

Autor:

Designer frustrado, julgador de capas de discos e odiador daqueles que põem o feijão antes do arroz.