Acorde #40

Equipe Monkeybuzz cita três músicas que podem mudar sua vida

 2,048 total views

Músicas que despertam qualquer ouvido para beleza, novos sons ou novas ideias, sem datas de validade. Assim é a coluna Acorde.

A cada edição, a equipe Monkeybuzz dá três dicas de faixas capazes de mudar vidas. Duvida? Experimente.

Gibbon

Um dos “filhos” mais proeminentes da seminal American Football foi o grupo This Town Needs Guns, que, com esse nome nada comum, se tornou um dos grandes expoentes do Twinklecore. Com suas guitarras que parecem fazer cócegas nos ouvidos, ritmos quebrados e letras carregadas de pessoalidade, a banda tem na faixa Gibbon boa parte de suas marcas registradas e algo a mais, uma aura de sofrimento que carrega o DNA Emo do American Football ao presente.

(por Nik Silva)

Killing Me Softly

Famosa primeiramente na voz de Roberta Flack, a versão que Lauryn Hill e seu pessoal do grupo Fugees (os rappers Wycleaf e Pras) há quase vinte anos permanece a cover definitiva da faixa. Há drama, há a agressividade do Hip Hop e o belo vocal da cantora em uma interpretação que faz você esquecer todas as (muitas) vezes que ouviu essa música em um karaokê. Sem contar o quanto Killing me Softly é viciante – fica o desafio de ouvi-la apenas uma vez.

(por André Felipe de Medeiros)

Off You

Gosto de The Breeders há algum tempo, mas, por alguma infelicidade do destino, só ouvi esta canção quando fez parte da trilha sonora do filme Ela, do diretor Spike Jonze. Essa melancolia embalada por uma voz linda, mas imperfeita é tudo que sempre me encantou no Indie Rock dos anos 90 e que me viciou completamente nesta música.

(por Lucas Repullo)

 2,049 total views

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.