Acorde: Grizzly Bear, Gal Costa e Corinne Bailey Rae

Equipe Monkeybuzz cita três músicas que podem mudar sua vida

 1,928 total views

Músicas que despertam qualquer ouvido para beleza, novos sons ou novas ideias, sem datas de validade. Assim é a coluna Acorde.

A cada edição, a equipe Monkeybuzz dá três dicas de faixas capazes de mudar vidas. Duvida? Experimente.

The Knife

Cinco versos pontiagudos sobre mentiras em um relacionamento que, distribuídas em uma canção de quase quatro minutos, justificam seu título. Quase dez anos depois, a produção continua demonstrando a sensibilidade musical que sempre nos atraiu em Grizzly Bear desde o início.

(por Lucas Repullo)

Como 2 e 2

Rapaz, que letra boa. Ao cantar “Tudo certo como dois e dois são cinco”, Gal Costa fala sobre uma condição do espírito onde a aceitação (ou talvez entrega) ao acaso já parece natural, ausente de ilusões ( “Tudo mudou, não me iludo”). Se nem sempre podemos agir diante do que está incorreto, entendê-lo porém sem corromper sua própria percepção é uma das difíceis tarefas do amadurecimento, e a canção diz isto de um jeito tão realista quanto romântico.

(por Leandro Reis)

I’d Do It All Again

Muitas das músicas mais bonitas que ouvi na vida foram aquelas me passaram batidas de primeira. A segunda faixa de seu The Sea (2010) pode facilmente ser percebida como uma balada de coração partido, até você parar e absorver sua mensagem. Dizem que ela escreveu após uma briga com o marido (na época, recém-falecido), quando ela saiu de casa e percebeu que, mesmo com o lado negativo, o casamento valia a pena. Preste atenção que essa é forte.

(por André Felipe de Medeiros)

 1,929 total views

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.