Acorde: Lauryn Hill, Silva e Simon & Garfunkel

Equipe Monkeybuzz cita três faixas que podem “mudar sua vida”

1,758 total views, no views today

Músicas que despertam qualquer ouvido para beleza, novos sons ou novas ideias, sem datas de validade. Assim é a coluna Acorde.

A cada edição, a equipe Monkeybuzz dá três dicas de faixas capazes de mudar vidas. Duvida?

Lauryn Hill – To Zion

“Quando algumas mulheres estão grávidas, os cabelos e as unhas crescem, mas, no meu caso, foi a minha capacidade de criar e o desejo de escrever, algo que nunca havia tido”. To Zion é uma canção em homenagem ao filho de Lauryn Hill, que estava por vir na época. Carlos Santana ajuda a construir um Soul Gospel com sua guitarra enquanto a artista só pede ao divino proteção à sua criança. Vinte anos do álbum The Miseducation of Lauryn Hill, nada melhor que o desabafo desta canção para quem não acreditava na força e relevância da cantora.

(por Ana Laura Pádua)

Silva – Volta

É comum ficarmos saudosos de lançamentos antigos assim que algum artista apresenta algo novo. No caso de Silva, por mais que eu tenha gostado de Brasileiro, fecho os olhos e sou transportado para shows seus no Cine Joia, para um Lollapalooza ensolarado de início da tarde e para o maravilhoso clipe que Volta recebeu sempre que ouço sua melodia. Quatro anos depois, é uma faixa que cativa e emociona pela força que o conjunto de seus elementos carrega, e segue como um dos pontos mais altos de sua carreira.

(por André Felipe de Medeiros)

Simon & Garfunkel – The Boxer

Quem assistiu à entrevista com Tim Bernardes lançada pelo Monkeybuzz em dezembro de 2017 vai ver aqui um bom exemplo do que o músico elabora como sua visão do que é uma canção, em termos de narrativa e comunicar um sentimento. Além de ser uma das letras mais conhecidas de Paul Simon, a música ainda traz um refrão dramático o suficiente para ser lembrado por qualquer pessoa que escutou a faixa pelo menos uma vez, e simples o bastante para ser entoado em coro em qualquer canto do mundo, mesmo se você não souber o resto da letra, o que a coloca na mesma estante de outras grandes canções atemporais.

(por Leandro Reis)

1,759 total views, 1 views today

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.