Cinco Vezes The Gaslight Anthem

Banda estadunidense de Rock lança nesta semana seu quinto álbum, “Get Hurt”

 2,574 total views

Saiu hoje, 11 de agosto, o quinto álbum da banda norte-americana The Gaslight Anthem, Get Hurt (resenha em breve, obviamente!), um lançamento que deve agradar em cheio os fãs do bom Rock que não tem medo de ser nem pesado, nem sentimental.

Pra mim, o grupo de New Jersey tem um som com um lado mais Pop do gênero, aquele que toca em trilhas sonoras em cinema e televisão, por ser capaz de agradar os mais diferentes públicos e combinar com as mais diversas situações.

Duvida? Vamos ouvir um pouquinho de cada disco e você vai entender – mas logo depois de ouvir a faixa título do novo álbum.

Sink or Swim

A estreia de The Gaslight Anthem veio em 2007, um ano após o surgimento da banda. Na verdade, ninguém deu muita bola quando ele saiu, mas já deu pro quarteto ser notado pelos fãs de música assim. O som é aquele, com um pé no Hardcore, outro no Pop Punk e uma alma meio Indie Rock. Tem como não curtir?

The ‘59 Sound

Foi aí que o bicho pegou, em 2008, com um lançamento estrategicamente programado para o verão dos Estados Unidos. O resultado foi a presença em diversas listas de melhores do ano, uma posição marcada nas paradas de sucesso e, mais importante que isso, a inclusão entre as bandas favoritas de muita gente, principalmente pelo hit que dá nome ao álbum.

American Slang

Repetindo o estrondo de popularidade do disco anterior, American Slang trouxe um conteúdo um pouco mais denso também, mais emocional e tal. Isso deu mais material para os fãs de sempre, mas também conquistou um novo público pra banda. A consequência foi a posição 16 na cobiçada parada da Billboard e o terceiro lugar das britânicas – isso na semana de lançamento, em 2008. Nada mal, hein?

Handwritten

Lançado em 2012, o quarto álbum de The Gaslight Anthem traz um atrativo a mais para os fãs de música contemporânea: Comentários de Nick Hornby, crítico musical e autor de livros/filmes como Alta Fidelidade. Handwritten foi o primeiro disco lançado pela Mercyru Records, nova casa do quarteto. Gravado em Nashville, um dos berços do Rock, foi uma oportunidade da banda repensar seu som e fimar suas raízes.

The B-Sides

Lançado no início de 2014, a coletânea The B-Sides reuniu músicas inéditas, covers e faixas acústicas do grupo. Foi um último brinde para os fãs antes de Get Hurt, um bônus que serviu de aquecimento por todo o semestre para quem tinha saudades da banda. É com um lançamento desses que nos damos conta das dimensões que The Gaslight Anthem tem não só pra sua gravadora, mas pra todo seu público.

 2,575 total views

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.