Cotidiano Musicado

Conheça três artistas contemporâneos que conseguem transformar o dia a dia em canções emocionantes

 2,270 total views

A correria do nosso dia a dia é tão grande que normalmente deixamos de enxergar a beleza do que ocorre à nossa volta. Achamos que aquele amigo que viaja o mundo, festeja a semana inteira, tem uma vida com mais significado do que a nossa e isso não é verdade.

Ferramentas como o Instagram, quando usadas de forma sincera, costumam nos ajudar a registrar para sempre estes pequenos momentos da vida que acabam passando despercebidos. Não é de hoje que alguns artistas conseguem ir mais além e tem a capacidade de transformar em música este cotidiano tão cheio de significado e frequentemente ignorado por todos nós.

Essas letras ganham força por serem de interpretação imediata e passam a sensação de que os artistas são gente como a gente e que a música é sempre uma ótima forma de botar para fora tantas emoções.

Courtney Barnett

A jovem cantora e compositora australiana é uma das maiores revelações recentes da música e é perfeita como primeiro exemplo. Em seu trabalho The Double EP: A Sea Of Split Peas, lançado no ano passado, ela consegue de maneira simples traduzir o cotidiano de uma jovem comum. No caso dela, é ainda mais interessante, pois não tentou ver apenas o belo. Na verdade, traduziu em música exatamente os momentos em que nada acontece, já que costumava compor durante o ócio em seus antigos trabalhos.

A voz de Courtney, meio arrastada, amplia essa sensação de tédio, facilmente percebida na faixa Avant Gardener, um dos destaques do disco. Fica evidente também em seu lançamento mais recente, Depreston, tocada em sessão ao vivo para a rádio NPR, na qual Courtney conta sobre a tarefa de encontrar uma casa para morar, na região deprimente de Preston, nos subúrbios de Melbourne, onde morou por um tempo.

Ouça acompanhado das letras de Courtney Barnett.

La Dispute

Este estilo de composição costuma ser instantaneamente associado a uma melodia mais simples, orgânica, voz e violão. Para romper com essa ideia, não deixe de ouvir La Dispute, uma banda experimental com influências do Emo e do Hardcore que trata em seu ótimo The Rooms Of The House da relação de um casal em sua casa.

O que impressiona é a maneira com que coisas e atividades banais, como lavar louça e ver TV, servem para construir um panorama desta vida a dois e nos ajudam a perceber que esta relação não está mais dando certo.

Ouça acompanhado das letras de La Dispute.

Sun Kil Moon

Mark Kozelek, nome por trás do projeto Sun Kil Moon é o mais experiente desta lista e um dos grandes álbuns lançados nesse ano. Tratando de temas como a morte e paixões antigas da mesma maneira natural, narrativa e descritiva como os dois nomes citados anteriormente, ele consegue em seu disco mais recente, Benji, demonstrar uma sensibilidade impressionante e que é potencializada com seu violão seco e preciso e por sua voz grave, afinada e cheia de emoção.

Ouça acompanhado das letras de Sun Kil Moon

 2,271 total views

Autor:

Nerd de música e fundador do Monkeybuzz.