Especial Lollapalooza Brasil: Friendly Fires

Com somente dois discos na bagagem, esse trio tem muitos hits e muito suingue, e as músicas animadas da banda prometem botar todos pra dançar na segunda tarde de festival

 1,977 total views

É estranho, mas essa banda começou fazendo um Post-Hardcore quando os integrantes ainda tinham 13 anos de idade e, muito tempo depois, a sonoridade foi para algo completamente diferente (o que os fãs agradecem). Já em seu primeiro trabalho, a Friendly Fires conseguiu emplacar vários sucessos, indo parar em trilhas de vídeo game e seriados.

Esse promete ser um dos shows mais animados do festival, esse trio inglês tem uma energia invejável no palco. Com dois discos lançados, o set promete ser uma combinação ser uma combinação festeira desses dois álbuns. Essa já é a segunda apresentação do trio no Brasil, que veio em 2009 ainda com o primeiro disco e quebrou tudo no Rio.

Vamos ver três grandes momentos dessa banda e saber o que nos espera no show de domingo.

3) Paris no Jools Holland Reparem no gingado de Ed Macfarlane. É isso que nos espera no show na segunda tarde do festival. Essa foi uma aparição do trio no programa britânico que já trouxe muita gente legal, quando o Friendly Fires apresentou por lá seu primeiro disco autointitulado.

2) Hurting Tirado do segundo álbum do trio, Pala, o clipe de Hurting é (muito) estranho, mas é legal. Dá pra notar que a animação do primeiro disco continua, assim como o clima dançante que já esperamos deles.

1) Live Those Days Tonight Mais uma música tirada do Pala, essa é uma apresentação ao vivo que o trio fez assim que lançou o disco. O vídeo nos ajuda a entender o que Macfarlane e companhia podem fazer e o por que eles estão escalados pro festival.

 1,978 total views

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts