Exclusivo: RHR lança faixa “Baile Funk”

Um dos nomes mais quentes da cena comenta “Maloca”, EP que será lançado na próxima semana

987 total views, 8 views today

Um dos nomes mais quentes da cena Eletrônica atual, RHR imprime o DNA da quebrada com estilo nas suas produções musicais. Na segunda (24), ele lança o EP Maloca, pelo selo Gowpe.

O trabalho é reflexo de um ano marcado por apresentações em festivais como DGTL e Dekmantel, além de festas, como a ODD e Gop Tun. De que forma ele digeriu a participação nos principais rolês Eletrônicos que rolaram no país neste ano? Com muita humildade. “Foi e é muito doidona. Apesar das dúvidas e incertezas sobre meu trabalho diário, eu fico contente que existam pessoas que confiam e botam fé no meu trampo”. Confira também a mixtape que RHR fez exclusivamente para o Monkeybuzz tempos atrás.

Ouça com exclusividade a faixa Baile Funk, seguida de pequena entrevista.

RHR

Monkeybuzz: Conte um pouco sobre o processo criativo atrás do EP “Maloca”. Quais foram os locais em que as faixas foram gravadas? Existe algum aspecto pessoal ou curioso que te impulsionou de forma especial nessa jornada? RHR: O EP começou com um emaranhado de faixas que eu tinha feito por volta de 2015 até agora. Ao longo do caminho, eu fui criando outras músicas mixando e masterizando, foi rolando um filtro até o EP tomar forma . Todas as faixas eu gravei no meu estúdio em casa, todas as faixas falam de algum aspecto ou situação de vida que eu tive na infância até os dias de hoje, cada uma com uma tradução e linguagem.

Mb: Quando as ideias surgiram e foram se transformando em música? Foi uma parada momentânea ou um processo longo entre a ideia até a execução e finalização do EP ? RHR: Cada faixa teve um tempo e processo diferente. Paranoia eu fiz num momento de total divergência de pensamentos. Demorei um mês para terminar. Já Diretoria rolou numa tarde.

Mb: Sobre a Gowpe, quais os planos neste ano ? RHR: Em outubro, deve sair o EP do Gustavo Paim e uma compilação.

Mb: As camisetas do universo da Gowpe são incríveis. Como está sendo traduzir em vestuário a alma musical do selo? Quais artistas estão envolvidos nisso? RHR: Essa resposta eu deixo pro meu mano Leonardo Faria, o Leozinho do 15, responder. “Tudo é praticamente baseado na minha cultura e como eu cresci as coisas. A partir do que eu vejo, tento passar uma cultura minha para frente. Toda arte e estampa são sobre o dia a dia, o cotidiano. Desde pequeno, tenho como base moda e música, comecei no design e arte criando layout de Myspace pros meus amigos músicos. A Gowpe é uma continuação disso. Os artistas que fazem parte do selo também compartilham de uma insatisfação com o estado atual do país e a eterna sensação de abandono.

Mb: Algo especial que deseja falar sobre o EP e eu não perguntei ? RHR: Foi quase um parto, mas saiu.

988 total views, 9 views today

ARTISTA: RHR
MARCADORES: Exclusivo, Nova faixa

Autor: