Lançamento: Rico Jorge em uma Brisa Ensolarada

Músico solta EP “Mitos Poréns” envolto em atmosfera campineira e orgânica

674 total views, 4 views today

Fotos: Hick Duarte

Pode soar delirante (e de fato pode até ser), mas, apesar dos acordes dos synths e controladores midi de drum machine, o que mais pega no ouvido é o violão dedilhado com alma interiorana mineira referenciada de forma nada óbvia. Esse é o trunfo do novo trabalho do músico Rico Jorge, lançado hoje pelo selo SEReVER, intitulado Mitos Poréns, com quatro faixas nas quais ele fez as bases e deu voz em letras cheias de lisergia.

Uma paisagem ensolarada e aventuresca estilo Grande Sertão Veredas parece ser o ambiente das canções escolhidas para contar uma narrativa fantástica em meio à natureza. A arte da capa é de autoria da artista Flora Próspero, a master ficou nas mãos de Calyx Berlin. Conforme o perfil do artista declara, são “mitos como caráter simbólico social, as amarras enterradas conservadas para se viver; poréns como o estreito a que o indivíduo se submete, as negações do ego sob suas limitações. Caráter de revolta terreira, explanação do eu no todo, som do aqui”.

Apesar de nascido na cidade grande, o cantor paulistano passou maior parte da vida em Uberlândia, conforme atesta o indefectível sotaque mineiro. “Todas as tracks tem uma nuance em comum, teve uma que eu achei não caber nessa história. Daí eu incluí na coletânea Melhores Artistas da Gop Tun” declara o artista à reportagem do Monkeybuzz.

Outra música fora da curva surgiu na cabeça de Rico após um bate papo inesquecível com Four Tet: “Troquei uma ideia com ele durante a última edição do Dekmantel. No primeiro dia, ele foi mais fechadão. No segundo, ele conversou sobre várias paradas de música que me deixaram inspirado. Assim bateu a brisa que rendeu a faixa mais dançante do EP, Som do Sertão. Ouça com exclusividade.

675 total views, 5 views today

ARTISTA: Rico Jorge
MARCADORES: Lançamento

Autor: