Leituras da Semana: Father John Misty, Baths, Shows Caros e mais

Semanalmente, tentamos filtrar os melhores textos nacionais e internacionais sobre música que encontramos na rede, a fim de enriquecer ainda mais a bagagem do nosso leitor sobre seus temas favoritos

2,480 total views, no views today

Você também pode acompanhar as leituras da semana através de nossa Readlist. Ela compila os artigos e permite que você os leia em formato de e-book no seu smartphone, tablet ou até mesmo no Kindle.

Brasileiros

Entrevista: Camila Zamith, Sexy Fi por Marcelo Costa no Scream & Yell

Entrevista com a vocalista da banda Brasiliense Sexy-Fi.

“Não que eu seja necessariamente pop, mas acredito que quando se adiciona um vocal (a uma banda que era instrumental), você precisa seguir alguns caminhos… Posso até estar falando besteira, mas acho que ficou um pouco mais pop. Eu e João Paulo escrevemos bem juntos, a banda participa das composições, mas o grosso do material, a estrutura, sou eu e João Paulo. E quando você precisa pensar em letra, querendo ou não, muda alguma coisa. Fica mais acessível.”

Tocavideos: Muita História pra Só Dois Anos por Carolina Reis no Musica Pavê

O Musica Pavê conversou com os responsáveis pelo Tocavideos, belo projeto de música ao vivo. Nós também temos o nosso, para quem não conhece, assista às nossas Monkey Sessions.

“O objetivo do Tocavideos é simples: mostrar aos fãs outro lado do artista e passar algo mais íntimo. Sem contar que querem criar coisas especiais e novas, como juntar dois músicos para tocarem juntos.”

Conversando com o Pessoal que Foi na Ocupação Mauá Ver o Clipe Novo do Emicida por Eduardo Roberto na Vice

Emicida lançou seu clipe para a faixa Crisântemo e mostrou em primeira mão aos moradores da comunidade em que ele foi gravado. A Vice foi lá e conversou com o pessoal.

“Aproveitamos a situação do evento, com pipoca e refri grátis, uma molecada correndo e gritando e climão de cinema ao ar livre, para colhermos algumas histórias de moradores da Ocupação Mauá que estavam presentes ali no lançamento.”

Baths – Cerulean (2010) por Fabio Bridges no Pequenos Clássicos Perdidos

Will Wiesenfeld, conhecido por seu projeto Baths, lançou seu segundo disco, Obsidian, no mês passado, mas o Pequenos Clássicos Perdidos decidiu relembrar sua estreia, Cerulean, de 2010.

“Desde que começou a se aventurar como produtor, Baths experimentou diversas sonoridades diferentes, do indie à ambient; mas sempre houve nessas experimentações – em maior ou menor escala – um quê do hip hop da costa oeste norte-americana, e com Cerulean, seu debut, ele distorce, derrete e embaralha este mesmo hip hop e mostra ao mundo que na música, assim como na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.”

Internacionais

The Gospel According to Father John Misty por David Marchese na Spin

A Spin conversou com Josh Tillman, ex-integrante da banda fleet Foxes, mais conhecido atualmente por seu projeto Father John Misty.

“‘Dance music is so fucking fascist,’ Tillman spits. ‘I’m talking about the aesthetics. Show me a fucking dance person who’s saying something. The artifice of dance music may not reek of sanctimony, but none of those artists are doing anything that’s going to put what their audience expects them to do in jeopardy. Also, if there are lyrics, they’re pure nihilism.'”

Pitchfork Unveils New Movies Site: The Dissolve por David Haglund em Slate

Um dos mais populares sites de música americanos, o Pitchfork, anunciou nessa semana, o lançamento de seu novo braço para conteúdo sobre filmes e cinema, chamado The Dissolve. Esta interessante entrevista esclarece algumas coisas sobre o novo site, mas ainda mais interessante, discute a crítica e a produção de conteúdo cultural.

“Keith Phipps: If we can become for movies what Pitchfork is for music—a smart site written with a lot of passion and knowledge for people who care about the subject—I’ll be thrilled.”

One Man’s Music Is His Neighbor’s Headache por Corey Kilgannon no The New York Times

O tipo de coisa que só acontece no Brooklyn. O músico de Jazz e compositor Bill Lee, conta suas histórias sobre reclamações da vizinhança com o barulho de sua música.

“This year through May 23, the police said, 17 noise complaints have been filed about the Lee residence on a street called Washington Park. Most, if not all, were called in by a woman in the brownstone next door who moved in three years ago.”

Why have gigs got so expensive? por Caroline Sullivan no The Guardian

Reclamação constante dos brasileiros é sobre o preço de shows, principalmente internacionais. Não é só aqui que isso acontece e os britânicos também sofrem do mesmo problema.

“If anyone was shocked by Barbra Streisand charging £450 for the best seats at her London shows this week, they obviously hadn’t been to a top-tier gig recently. In the last few years, ticket prices to the biggest tours have shot so far northward that, in 2012, Madonna advised fans to “work all year” if they wanted to be able to afford to see her.”

2,481 total views, no views today

Autor:

Nerd de música e fundador do Monkeybuzz.