Leituras da Semana: U2, Rick Rubin, Balé e mais

Semanalmente, tentamos filtrar os melhores textos nacionais e internacionais sobre música que encontramos na rede, a fim de enriquecer ainda mais a bagagem do nosso leitor sobre seus temas favoritos

 3,218 total views

Você também pode acompanhar as leituras da semana através de nossa Readlist. Ela compila os artigos e permite que você os leia em formato de e-book no seu smartphone, tablet ou até mesmo no Kindle.

Brasileiros

REVISITANDO: NURSE WITH WOUND – CHANCE MEETING ON A DISSECTING TABLE OF A SEWING MACHINE AND AN UMBRELLA (1979) por Fernando Augusto Lopes no Botequim de Ideias

História interessante sobre um projeto mais interessante ainda.

“Embora os dois fossem vasculhadores de obscuridades da música alternativa e “estranha”, nenhum deles, nem mesmo Stapleton, sabia tocar instrumento algum, de modo que assim que o estúdio foi fechado pra eles, Rogers percebeu onde havia se enfiado.”

P.C.P. Entrevista – Loomer por Fabio Bridges no Pequenos Clássicos Perdidos

Entrevista com a banda gaúcha Loomer.

“Acho que a banda respeita bem as influências de cada um, e ela é resultado do que cada um gosta, e no meu caso, em termos musicais sou muito influenciado por Pixies, Sonic Youth, J&MC, Joy Division, Dinosaur Jr, MBV, Sebadoh, e mais mil bandas não necessariamente shoegazers, ou barulhentas, ou melódicas, ou americanas/inglesas/estrangeiras, deste ou daquele ano, mas sei lá, que têm algo de original, ou sincero, ou de personalidade.”

Entrevista: Sabonetes / Esperanza por Lucas Brêda no Scream & Yell

Nós do Monkeybuzz entrevistamos a banda Esperanza (antiga Sabonetes) e resenhamos seu novo disco homônimo. O Scream & Yell também conversou com os rapazes.

“‘Na mídia tem muito lance de jabá e de influência, saca? É meio podre isso’, confessa Artur, numa das únicas vezes que mostrou certa indignação durante a conversa. ‘É meio podre mesmo… você tem que ser amigo da pessoa ou ter muita grana. É um saco. Ou você tem que ser amigo de alguém ou botar muito dinheiro pra poder tocar na rádio? Isso aí tá muito errado’.”

Especial 20 anos: Zooropa, do U2 por Marcio Guariba no Scream & Yell

20 anos de Zooropa, ambicioso disco do U2.

“Pode um simples disco Pop prever o futuro? Será que um mero compositor de canções radiofônicas tem nível intelectual para, em pouco mais de 40 minutos, discorrer sobre temas que grandes escritores como William Gibson, Anthony Burgess e Charles Bukowski passaram suas vidas versando em dezenas de livros e textos? Isso sim é que é ambição! Isso sim podemos chamar de megalomania!”

Internacionais

My Mother Explains the Ballet to Me por Jesse Eisenberg em The New Yorker

Texto de Jesse Eisenberg, ator que fez o papel de Mark Zuckerberg em A Rede Social contando como sua mãe explicou o balé para ele.

“You see, what’s happening now is that she’s in love with those three men? That’s why they’re all holding the roses. And she’s courting them at the same time. Like when you drove all the way to Providence for Sarah’s graduation and she decided she didn’t have any time for you.”

Nick Hornby’s favourite music – a classic interview from the vaults por Barney Hoskyns em The Guardian

As músicas favoritas de Nick Hornby.

“I couldn’t imagine a list of 10 records that didn’t contain a punk record – that didn’t contain a Clash record. And this is my favourite Clash record: this and Complete Control. I still listen to it a lot, and I’m still struck by how unwieldy some of the lyrics are, and how out-of-tune some of the singing is.”

You Listen to This Man Every Day por Andrew Romano no The Daily Beast

Direta ou indiretamente, você ouve Rick Rubin todos os dias, muito mais do que imagina.

“It is a good day to be Rick Rubin. For starters, Rubin, the cofounder of Def Jam Recordings and perhaps the most prominent record producer of the last 30 years, is working in Malibu, which isn’t a bad place to slave away.”

Pandora’s PR problem: how the web radio titan became music’s big villain por Greg Sandoval no The Verge

Apesar da popularidade dos serviços de streaming, parece que o cenário não é dos melhores para o Pandora.

“So, Pandora should be having an easy time of winning supporters, right? On the contrary, the company is taking fire from all sides. Members of the legendary rock band Pink Floyd penned an op-ed accusing the service of tricking artists into cutting their own paychecks so Pandora could add customers.”

Don’t Confuse It With Some Bullshit: Why New Slaves’ Second Verse is Hip Hop’s Best Verse por Superflyronald em Rap Genius

E continua a repercussão de Yeezus, novo disco de Kanye West. Será que o segundo verso da faixa New Slaves é um dos melhores versos do Hip-Hop.

“My ears popped. They always do that when the L train speeds from Manhattan to Brooklyn. I got to my stop, where the streets were louder than the subway tunnels. Bedford Street was swarmed in anticipation of something from Kanye West. That something turned out to be New Slaves, delivered through a video projection of Kanye’s face onto a brownstone building.”

 3,219 total views

Autor:

Nerd de música e fundador do Monkeybuzz.