Música e cultura pop mundial resumidas em dois ótimos livros

Obras contam as trajetórias da primeira década da MTV e dos 60 anos do semanário inglês NME

4,845 total views, no views today

Boa parte da história da música se confunde com a de dois grandes ícones e formadores de opinião por gerações, que foram a MTV e a revista inglesa NME. Portanto, nada como conhecer a trajetória de ambas e poder reviver momentos em que éramos jovens demais para acompanhar, mas que marcaram época e influenciaram muito a cultura jovem que consumimos atualmente.

O primeiro livro se chama I Want My MTV: The Uncensored Story of the Music Video Revolution de Craig Mark e Rob Tannenbaum e traz toda a história da primeira década da emissora norte-americana, que surgiu em 1981. Naquela época, o canal era o sonho de qualquer amante da música pop, pois seu conteúdo era integralmente voltado aos clipes e isso justamente em um momento de carência de programação jovem na televisão.

Além de toda a história da empresa, o livro conta com mais de 400 entrevistas com artistas, diretores, VJs e pessoas que tiveram sua vida transformada pelo surgimento da MTV. É um belo registro, feito de maneira leve, mas bastante carregado de informações e casos que nos ajudam a entender este veículo que mudou definitivamente o rumo da música e da cultura pop mundial.

O segundo é o The History of the NME: High Times and Low Lives at the World’s Most Famous Music Magazine do autor Pat Long. Neste ano, o semanário inglês New Musical Express completa 60 anos e nada melhor do que um belo relato da história da publicação para fincar ainda mais seu nome na linha do tempo da música britânica e mundial.

Devido ao seu formato de tabloide, a NME sempre foi muito polêmica em suas listas, críticas e declarações. Por isso, o livro fica ainda mais interessante por colecionar histórias de grandes bandas que se sentem injustiçadas por nunca terem tido destaque na revista e outras inimizades e problemas com grandes artistas – como Morrissey, que em 2007 foi retratado como racista no veículo, ação que resultou em processos e retratação pública nesse ano, por parte da revista.

Este é um bom momento para consumir ambas as obras, já que tantas discussões sobre o fim da mídia impressa e a queda de qualidade da MTV mundial não param de surgir. Vale também refletir sobre quais sites de música se tornarão livros e redefinirão os rumos da música daqui a 20, 30 anos? Vamos aguardar.

4,846 total views, no views today

MARCADORES: Compras

Autor:

Nerd de música e fundador do Monkeybuzz.