Música e Futebol, Paixões Genuinamente Brasileiras

Pois é, os dois tem mais em comum do que você pensa

 1,853 total views

Já faz algum tempo que esta Copa do Mundo tem tomado o centro das atenções de muita gente. Seja com aquelas pessoas que vão colecionar o álbum de figurinhas, aquelas que assistirão a todos os jogos, as que vão se pintar com as cores da seleção ou ainda aquelas que estão protestando contra sua realização, a verdade é que é impossível se abster completamente do assunto (ainda mais neste próximo mês) ou não ser pego por esse fervor futebolístico que tomou conta do país. Digo tudo isso pois não sou um dos maiores entusiastas do esporte bretão, mas, a todo o momento (e não só no mês da Copa), vejo ao meu redor muitos fanáticos e aficionados pelo futebol, talvez na mesma proporção em que eu sou fanático e aficionado por música. O que me fez pensar: “O que futebol e música tem em comum para as pessoas serem tão apaixonadas por amnbos?”.

A conclusão em que eu cheguei estava todo o tempo na minha pergunta: Paixão. Ela é a responsável por nos sentirmos tão emocionados seja pelo futebol ou pela música. Segundo o dicionário Michaellis, o verbete significa “1 Sentimento forte, como o amor, o ódio etc. 2 Movimento impetuoso da alma para o bem ou para o mal. […]. 4 Gosto muito vivo, acentuada predileção por alguma coisa. 5 A coisa, o objeto dessa predileção. 6 Parcialidade, prevenção pró ou contra alguma coisa.”. E não é que é bem por aí mesmo?

Traçando um paralelo entre os dois, a verdade é que “torcemos” tanto para música quanto para um time. Assim como o time do seu coração, você nunca vai abandonar sua banda favorita e, por mais que ela continue lançando discos “ruins” você continua a segui-lo; álbuns bons dessa tal banda do teu coração, quando lançados são comemorados como uma vitória de um campeonato; ir a um show é quase como ver um jogo no estádio e cada música que você queria muito ouvir ao vivo pode ser comemorada como um gol; seu uniforme é a camisa de seu grupo favorito. Muitas coisas em comum, não? Você sofre, chora, se emociona, vibra, fica apreensivo ou eufórico, torce, canta, pula, seja ouvindo música ou assistindo uma boa partida de futebol.

Os dois podem não andar necessariamente de mãos dadas, ainda que uma parceria seja bem vinda (como a playlist dessa semana, Melhores do Fifa, pôde bem mostrar). E que tal você criar uma trilha sonora para os jogos (ou melhor, pros intervalos ou os prés e pós jogos, afinal, ninguém vai deixar você pôr o som alto enquanto assistem a partida)? Tente se divertir, comemorar, torcer na mesma media que você faria se algum dos seus artistas favoritos anunciasse um disco novo ou show na sua cidade, pode ser que descubra mais uma paixão além da música.

 1,854 total views

MARCADORES: Discussão

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts