Tantas Coisas com Benke Ferraz (Boogarins/Luziluzia)

Guitarrista comenta discos, shows e livros que lhe marcaram

 5,826 total views

Toda terça-feira, o Monkeybuzz conversa com alguém para entender mais do seu trabalho e da sua música através das coisas que compõem sua vida – sejam discos, faixas, outras bandas ou o que quer que tenha ajudado a moldar sua estética e criatividade.

Três perguntinhas, sem enrolação, para…

Benke Ferraz (Boogarins/LuziLuzia)

Quais os discos que mais te influenciaram para fazer música?
“Olha, se for pra falar como fazer música, escrever mesmo, acho que o Sétima Efervescência do Júpiter Maçã, o Embrace do Sleepy Sun e o De-loused do The Mars Volta. Acho que encontrei o meu rumo de fazer canção e tocar guitarra nesses discos ou em outras coisas que passei a escutar a partir desses três”

Quais os shows que mais marcaram sua carreira?
“Nosso show em Lisboa no ano passado foi maravilhoso. Casa lotada, pessoal cantando as músicas depois de passarmos meses na estrada em países de lingua estranha, né? Mas tivemos shows incríveis em Goiânia também, lembro de um show perto de um aniversário meu na Diablo Pub. O Dinho teve os pedais e a telecaster lindinha dele (que ele aparece no clipe de Lucifernandis) roubados logo após o show. Lembro de ter sido o primeiro show que me emocionei com a platéia, foi legal. Mas foram tantos shows. Pra falar de outros destacaria Natal, Rio de Janeiro e Brasília”

Quais os seus livros preferidos?
“Confesso que, desde que me envolvi com música em nível de produção, meu ritmo de leitura caiu vergonhosamente. Falta de prática. Toda vez que sento pra ler algo começo a batucar, só falto querer ler com fone de ouvido. Mal tenho assistido a filmes também. Enfim, a última coisa que li foi um quadrinhos de Craig Thompson chamado Retalhos. Mas meus favoritos devem ser o Admirável Mundo Novo e Pequeno Príncipe de ‘Mario de Andrade’ (risos)”

 5,827 total views

MARCADORES: Tantas Coisas

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.