The Baggios: Passaporte Carimbado no México

Banda sergipana contou ao Monkeybuzz sobre sua experiência no país

2,017 total views, no views today

Após mais de dez anos na estrada por várias das regiões do Brasil, a dupla The Baggios fez sua estreia em um palco de outro país. O mais interessante foi a escolha do local para a inauguração: Ao invés da segurança de Portugal ou do lugar comum dos EUA, os sergipanos desembarcaram para uma pequena turnê no México.

Tudo começou com um convite da plataforma Latinoamérica360, que visa difundir e fomentar o intercâmbio da arte entre os países das Américas de língua espanhola e portuguesa. Houve um grande festival com bandas de cinco nacionalidades diferentes e The Baggios era a única brasileira. Sua apresentação no evento foi o ponto central de toda a viagem ao país.

“Nomes importantes estavam tocando, como Rebel Cats”, contou o baterista Gabriel Carvalho ao Monkeybuzz, “a gente não tinha público lá, então estava tocando para os públicos dessas bandas, e a reação foi muito foda”. O guitarrista e vocalista Julio Andrade acrescenta que “foi um dos melhores shows que já fizemos”, com direito a pedidos de música durante a apresentação, pedidos de bis após seu término e uma boa repercussão na mídia.

Mas a viagem não se resumiu a esse episódio, até porque ela cresceu de três shows iniciais para sete apresentações ao todo, desde o palco do festival até pocket shows – inclusive uma performance acústica (“acústica mesmo, nem microfone tinha”, conta Julio) em um centro de cultura brasileira, com presença até de nosso embaixador no país. “Ao invés de viajar por muitas cidades, preferimos usar as duas semanas para conhecer melhor a cultura local e aproveitar ao máximo os lugares por onde passamos”, explica o guitarrista.

“Eu percebi que o mexicano tem um carinho, uma atenção muito grande com os brasileiros. Inclusive, conhecemos alguns mexicanos que falavam português perfeito, sem sotaque. Um cara chegou no show falando ‘E aí, velho, beleza?’, parecia que tinha sido criado na Bahia”, relembra Julio em meio a risadas. Isso, combinado aos shows, resultou em uma “reação muito foda”, que fez com que o nome The Baggios circulasse rapidamente pelos locais de sua passagem.

E por que sair do Brasil agora? “Rodar muito o país ajudou muito a querer fazer show fora”, responde Julio, “a gente roda muito o Brasil e pensou que estava na hora de sair”. De fato, a banda já tocou em quase todas as regiões, com shows sempre elogiados (o DVD ao vivo Dez Anos Depois mostra bem por que) – e o palco do próximo Lollapalooza em São Paulo é um dos próximos destinos da banda, prova do respeito conquistado com suas performances. “Nós gostamos muito de fazer shows, e essa acaba sendo a melhor maneira de construir público, e um público de verdade”, explica Gabriel.

E esta primeira ida da dupla ao território mexicano deixou portas abertas para um retorno, ou para mais raízes pelo país. Não só pela repercussão das apresentações, mas por uma parceria com a banda Los Daniels (um grande nome do Rock de hoje por lá) que deve sair em 2016, uma composição de Julio em espanhol – “um desafio”, nas palavras dele, que compôs pela primeira vez no idioma hispânico na missão de fazer “algo que soe bem para o México e soe bem para o Brasil”.

Pode parecer ser apenas um single, mas é a continuidade de um processo que pode ser muito maior e já começou com essa viagem, que é um público de um país muito parecido com um nosso que nunca recebeu muita música brasileira. “Sempre que uma banda consegue sair do Brasil para fazer shows, também é um caminho que se abre para que outros também consigam chegar lá”, comenta Julio – e nós aqui ficamos na torcida.

2,018 total views, 1 views today

ARTISTA: The Baggios
MARCADORES: Entrevista

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.