The O.C. – Um Formador Musical

Série findada em 2007 é responsável por formar o gosto de muitos de seus espectadores, com uma excelente trilha sonora e aparições de bandas

 10,064 total views

Há certos adventos que nós, ouvintes e amantes de músicas, temos que ser gratos todos os dias por terem sido inventados. O lançamento do iPod em 2001 nos permitiu transportar nossas imensas bibliotecas musicais por todos os lugares, o Myspace mostrou um novo conceito de compartilhamento de músicas nos permitindo ouvir novas bandas com maior frequência, e, se eu tivesse que incluir mais um item nessa lista, a série norte-americana The O.C. estaria com certeza nela.

Criada por John Schwartz e tendo seu primeiro episódio exibido há dez anos, a série ganhou popularidade mundial ao longo de suas quatro temporadas. Com um enredo que mostrava um aspecto dramático, romântico e cômico ao mesmo tempo, a série foi exibida no Brasil pelo canal Warner sendo por muito tempo uma das mais populares no país, cedendo à moda brasileira de acrescentar subtítulos, ficando com a alcunha de The O.C. – Um Estranho no Paraíso. A série perdeu muitos fiéis durante a quarta temporada em virtude (cuidado com o spoiler) da morte de uma das personagens principais, fato que fatalmente encerrou as transmissões da série em 2007. Mas o que realmente deixa os fãs mas nostalgicos é a trilha sonora que acompanhava todos os episódios.

Famosa por manter uma escolha de bandas desconhecidas na época e majoritariamente Indie, os telespectadores tinham uma curiosidade de conhecer esses artistas novos que as vezes superava o anseio pela progressão do enredo. Era quase que um ritual, após escutar uma faixa bacana correr para Google e digitar o número do episódio, a temporada seguido da palavra soundtrack e encontrar listas de músicas por episódio, acrescentando cada vez mais bandas para sua biblioteca. Após certo tempo, os produtores começaram a perceber o gosto pela trilha do seriado, e fizeram um site especialmente para esse propósito, bem como lançaram seis mixtapes compilando as mais famosas músicas usadas nos episódios. Certos episódios tem um Guia Musical como opção de legenda nas versões em DVD, facilitando muito a tarefa (não que ela fosse árdua, e muito menos irritante).

A série procurava explorar as bandas de duas formas diferentes. Uma é a estratégia padrão: colocando faixas de músicas no fundo de diálogos e cenas e transição (fato que, às vezes, desviava a atenção do assunto do diálogo, quase que totalmente, para a música). Certos episódios chegavam a ter um artista principal como base da trilha, por exemplo o episódio 15 da segunda temporada, praticamente baseado nas músicas de Beck. Mas uma das maneiras mais legais de divulgar artistas era quando as bandas apareciam no seriado, se apresentando na casa de shows Bait Shop e apresentando mais de uma música em seu curto setlist (geralmente de 2 a 4 músicas). A praia de Orange County era realmente um lugar invejável de se viver, porque durante a segunda temporada, parecia que toda semana tinha shows ótimos para se ver.

Tivemos aparições memoráveis na série, como por exemplo a banda favorita do personagem Seth Cohen, Death Cab For Cutie, aparecendo no episódio The O.C Confidential e apresentando duas faixas do seu disco mais famoso, Transatlanticism, de 2003. Ou também, a apresentação do Modest Mouse, também nesta temporada. Até mesmo The Killers apareceu, no começo de sua carreira, divulgando o primeiro disco. Os exemplos são muitos e, mesmo que você não curta tanto a dramaticidade e romance da série, vale a pena rever esses episódios específicos para ver as performances (ainda que curtas) memoráveis das bandas. Ao final do artigo, segue uma lista de que episódios apresentam quais bandas.

A responsável pela direção musical da série é Alexandra Patsavas, que trabalhou arduamente junto ao criador Josh Schwartz para escolher a lista de músicas de cada episódio. Cada qual era como se fosse uma playlist, havia uma certa situação (términos de namoro, novos casais, morte, prisões) e a música deveria comunicar explicitamente esses sentimentos. Os fãs devem se lembrar uma das cenas mais marcantes, vem do final da segunda temporada, quando (spoiler!) a personagem Marissa atira em Trey, que sufocava seu irmão, Ryan. A música escolhida foi Hide And Seek, de Imogen Heap e, o fato dela não ter nenhuma instrumentação, apenas uma voz harmonizada por um sintetizador, dramatiza o momento de uma forma que deixa o espectador sem reação alguma diante da cena. Josh afirma que desde o começo ele queria que a música fosse um personagem da série. Não só ele conseguiu, com parece que ela se tornou a personagem principal.

A dica é simples, se você gosta de séries dramáticas, com romances e comédia, The O.C. é uma ótima indicação. E se além de tudo isso você curte música, ganha de brinde excelentes recomendações de bandas a cada episódio que se passa. Embora a série ja tenha acabado, vale a pena revisitar episódios para se supreender com alguma banda que você possa ter deixado passar desapercebido. E para os que sabem tudo isso, basta apenas agradecer todos os dias pela série e o gosto musical alcançado. Amém.

Lista De Bandas
Banda (Nome Do Episódio) Número da Temporada X Número do Episódio

Rooney (The Third Wheel) 1X15
Jem (The Ties That Bind) 1X27
The Walkmen (The New Kids on the Block) 2X03
The Killers (The New Era) 2X04
Modest Mouse (The Family Ties) 2X07
The Thrills (The Ex-Factor) 2X09
Rachael Yamagata (The Second Chance) 2X11
Death Cab for Cutie (The O.C. Confidential) 2X20
T.I. (The Return of the Nana) 2X21
The Subways (The Anger Management) 3X07
Tom Vek (The Road Warrior) 3X16

 10,065 total views

Autor:

Designer frustrado, julgador de capas de discos e odiador daqueles que põem o feijão antes do arroz.